janeiro 2009
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: 15/jan/2009 . 23:30

Procon: Grandes mercados sem fiscalização

Todos sabem que Vitória da Conquista vem atraindo grandes empresas nos últimos anos. Graças, é claro, ao desenvolvimento por parte dos investimentos dos governos dos três níveis, além da própria dinâmica e pujança da cidade.

Mais recente ainda, são empresas nacionais que investem em Conquista. Só para citar um exemplo, agora a cidade tem dois grandes mercados. Entretanto, o desrespeito às Leis e ao consumidor são visíveis, de modo que, fila enormes e poucos caixas em funcionamento.Para completar, essas lojas não cumprem a Lei sobre a quantidade de empacotadores, por cada supermercado. Já que é obrigatório que, um supermercado com mais de três caixas, são obrigados a ter empacotadores para cada caixa.

Mas em Conquista não vemos isso. Está na hora de o Procon, fiscalizar as empresas do ramo alimentício da cidade.
Da redação

Nômade, Garotinho procura outro partido

Garotinho obteve mais de 20 mil votos em Conquista, para presidente

Garotinho obteve mais de 20 mil votos em Conquista, para presidente

Desde que foi eleito Governador do Rio de Janeiro, Garotinho não para de mudar de partido. Iniciou a carreira política pelo PT. Governou o Rio nos primeiros dois anos pelo PDT, quando brigou com o lendário Leonel Brizola. Assim, ingressou no PSB e concorreu a presidência da República em 2002.

Em Vitória da Coqnuista, naquela ocasião, Garotinho foi o terceiro colocado, com mais de 20 mil votos. A época, com o apoio de Gilzete Menezes, que era candidato a deputado federal, o presidenciável veio a Conquista dizersas vezes.

Como não conseguiu ir para o segundo turno em 2002, filiou-se ao PMDB, e levou junto a esposa Rosinha Garotinho, eleita governadora do Estado fluminense. Queria ser o candidado do PMDB à presidência da República em 2006, mas os colegas de partido não deixaram.

Agora, o nômade Garotinho, estar em conversações para entrar no PSDB, ou no PTB de Roberto Jefferson para tentar mais uma vez ser candidato a um cargo majoritário em 2010.
Da redação

Bahia explora torcedor com ingressos à R$30

Recentemente, o Esporte Clube Bahia definiu que o presidente seria o deputado federal, Marcelo Guimarães Filho(PMDB). Em um de seus discursos iniciais, Marcelinho, como é conhecido, afirmou que iria mudar a forma de administrar o maior time de tradição do Nordeste, mais precisamente o Bahia.

Inovou no futebol baiano, quando contratou o ex-presidente do arquirrival Vitória, Paulo Carneiro. Para quem não se lembra, Carneiro falava poucas e boas do Bahia. Na política, Carneiro e o Marcelo Guimarães, o pai, faziam parte do mesmo grupo político. Sendo que os dois eram deputados estaduais e “manda chuvas” do rubro-negro e tricolor respectivamente.

Porém, nada mais anormal, para não dizer outra coisa, foi o anúncio da diretoria, “pedindo” aos torcedores que ajude o clube, comprando o ingresso no valor de R$ 30, pasmem, 30 reais, para uma partida do Campeonato Baiano.

Não estamos desmerecendo o Baianão, mas sim, os desmandos existentes, de a muito tempo, no tricolor de aço. A culpa não é do torcedor, que vai ao estádio para ver um time, de segunda, de Segunda Divisão nacional. A culpa é desse grupo que comanda o Bahia há várias décadas, por conta disso, está vem passando crises e mais crises. E, ainda querem, que o torcedor pague o pato, ou melhor, o ingresso.
Da redação

Tribunal divulga Júris na região sudoeste

O Tribunal de Justiça (TJ-BA) divulgou ontem que, as Comarcas de Barra do Choça e Barra da Estiva vão realizar júris nos meses de fevereiro e março.

Na cidade de Barra da Estiva, dia 11 será julgado Adenílton Carie da Silva, acusado de homicídio. No dia 17, o julgamento vai ser de José Edílson da Silva, acusado de homicídio qualificado, crime cometido em 2007. Já em Barra do Choça, a juíza Lázara Abadia de Oliveira Figueira, vai presidir a sessão em que Adelvito Ribeiro Viana, acusado de homicídio simples, em 1999, vai ser julgado.

Diferenças:
Homicídio qualificado – segundo o artigo 121 do Código Penal, qualifica o crime atos que aumentam a quantidade de pena, por exemplo: o homicídio cometido por motivo fútil, promessa de recompensa pelo ato, com emprego de veneno e outros meios afins e traição/emboscada. Nesse, a pena pode variar de 12 a 30 anos.

Homicídio simples – é a morte de uma pessoa por outra. Simples, por causa da maneira do assassinato, por exemplo: morto a facada ou a tiro. Já aqui, de 6 a 20 anos.
Da redação

Pararail é proibido em Porto Seguro

A morte da turista mineira Volúsia Martins Guimarães, 50, segunda-feira passada, na Praia de Itaperapuã, em Porto Seguro, gerou a proibição por parte da prefeitura local da prática do parasail, esporte radical em que um paraquedas é puxado por uma lancha em alto-mar. A mineira se divertia no equipamento quando o cinto peitoral do colete, que prende a pessoa ao paraquedas, quebrou e ela caiu de uma altura de mais de 50 metros, tendo fraturas na coluna, pescoço e problemas nos pulmões.parasail

A Prefeitura de Porto Seguro decretou a proibição do esporte, por tempo indeterminado, no dia seguinte ao ocorrido. O dono da lancha Pequena Sereia, que levava a turista mineira, Clemente Moraes Souza, 55, foi solto ontem da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur). Ele saiu coberto por lençol e entrou rápido em um veículo preto, sem dar entrevistas. A delegada Teronite Bezerra informou que Moraes responderá por homicídio culposo – quando não há intenção de matar.

A delegada comentou que o dono da lancha admitiu que o colete usado para prender a pessoa ao paraquedas estava sendo utilizado há três anos e nunca tinha passado por manutenção. “O material, que é de náilon, estava podre”, observou Teronite. A Polícia Técnica de Porto Seguro tem 30 dias para fazer análise do colete e da lancha que foram aprendidos. A culpa pela não-fiscalização ainda não foi esclarecida.

:: LEIA MAIS »

Parlamento da Venezuela autoriza referendo sobre reeleição ilimitada

O Parlamento da Venezuela aprovou, nesta quarta-feira (14), uma proposta de emenda à Constituição, que permitirá a reeleição sem limite de mandatos de todos os cargos de eleição popular e que será submetida a referendo em um período de 30 dias.

A proposta permitirá ao presidente Hugo Chávez se lançar como candidato a um novo período no poder, a partir de 2012, quando termina seu segundo e último mandato.

O texto da emenda foi aprovado em votação aberta em segunda e última leitura no Parlamento, que discutiu a questão durante oito horas.

A Assembléia Nacional está controlada pelo Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, no poder). Apenas sete deputados dissidentes do chavismo se opuseram à proposta de emenda.

A cúpula da Assembléia Nacional levará essa proposta ao Conselho Nacional Eleitoral, que anunciará a data em que será realizado o referendo necessário para a sanção da emenda.

A expectativa é que a consulta aconteça em 15 de fevereiro.

Do G1

Novas regras permitem troca de plano de saúde sem perda de carência

A Agência Nacional de Saúde (ANS) irá mexer nas regras dos planos de saúde. Uma resolução que deve ser publicada nesta quinta-feira (15) no “Diário Oficial da União” vai criar a chamada portabilidade dos planos: a partir de abril – três meses após a publicação – será possível mudar de empresa e transferir a carência já cumprida no plano anterior.

Muitos dos beneficiários de planos estão insatisfeitos. É o caso de dona Luzia, que não se conforma com o aumento de 120% na mensalidade. Mas, mesmo insatisfeita, ela não quer arriscar uma troca. “Tenho medo de ter carência, depois precisar e não ser atendida”, diz ela.

A portabilidade não vale para todos, mas apenas para quem tem plano de saúde individual e com o contrato assinado depois de 1999. São 6 milhões de brasileiros. Mas, para mudar de plano sem ter que cumprir nova carência, o consumidor vai ter que obedecer a algumas regras.

Saiba o que muda nos planos de saúde

É preciso estar com o pagamento em dia e ser cliente do convênio médico há, pelo menos, dois anos. Para quem tem doenças pré-existentes, a primeira troca só pode ser feita depois de três anos na empresa.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia