Após tentar aplicar o golpe com dolar pintado, na avenida Presidente Dutra (Integração), em um comerciante, a polícia, após ter recebido uma ligação, prendeu Thomas Unuafe e Ofas Amed, ambos nigerianos. Os africanos queriam comprar um terreno na cidade, no valor de R$ 300 mil, com o dinheiro.

Os dolares falsos eram pintados de pretos e posteriormente, recebiam uma substancia que tirava a tinta. Com isso, o dinheiro ficava com sua aparência normal. Segundo os agentes de políciais, os dois podem fazre parte de uma quadrilha existentes em diversos estados do País.

Thomas e Amed estão no presídio NIlton Gonçalves, e a Polícia Federal já foi contactada para que seja tomada as devidas providências.
Da redação