Cerca de 280 servidores federais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de 200 municípios do Estado, entre eles, Itabuna, Ilhéus, Ipiaú e Santo Antônio de Jesus, fazem paralisação de 24h nesta segunda-feira (01), em protesto contra a não publicação da lista de precedência do concurso de remoção, que permite aos funcionários mudarem suas áreas de atuação para outras cidades.

Segundo Rogério Fagundes, Coordenador Geral do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal na Bahia (Sindjufe), apenas os servidores federais efetivos do quadro que trabalham nos cartórios aderiram ao protesto. ‘Há mais de dois anos que reivindicamos isso, é um direito nosso’, enfatizou.

TREO coordenador também informou que se o TRE não se pronunciar, será decretada uma greve por tempo indeterminado. O Sindjuge já comunicou a administração do TRE dessa possibilidade e também orientou os servidores a comparecerem aos cartórios normalmente e esclarecer à população as razões da paralisação.
Correio*