Repórter Diêgo Gomes
Às 11:30

pr1O Partido da República (PR) reuniu ontem dirigentes de toda a Bahia para o primeiro encontro estadual da legenda. Aproximadamente 500 pessoas lotaram o auditório da União dos Prefeitos da Bahia (UPB) em Salvador e presenças de peso falaram no encontro.

O presidente da sigla no Estado, Senador César Borges destacou a importância do partido na Bahia e no Brasil, tecendo críticas ao governador Jaques Wagner, e fazendo referencia às conversas que vem mantendo com dos Democratas, através do ex-governador Paulo Souto, com o PMDB, através dos irmãos Vieira Lima.

Bahia/Brasil em 2010 – O mais incisivo em falar abertamente para uma possível composição com Paulo Souto, Geddel Vieira Lima e César Borges foi o deputado estadual Elmar Nascimento. “Eu vejo aqui uma futura aliança para o governo da Bahia: PR, PMDB e Democratas”, afirmou o parlamentar.

pr2

Lúcio Vieira falou pelo PMDB

Diversos representantes do PR baiano ressaltaram uma possível composição com PMDB, PR e DEM, além de caminhar também para aliança com o PSDB. Porém, ontem apenas o presidente peemedebista, Lúcio Vieira Lima e dos Democratas, Paulo Souto, estiveram e falaram no evento.Parece que o Brasil passou despercebido no encontro do PR, lembrado na maioria das vezes apenas pelo ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

Os senadores João RIbeiro(TO), Expedito Júnior (RO), MAgno Malta (ES) e o deputados federal Sandro Mabel (GO), além do presidente nacional a sigla Sérgio Tamer, também participaram do encontro. O vereador Lucianos Gomes (PR) compareceu ao evento e chegou essa manhã em VItória da Conquista.