Um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB) resgatou nesta quinta-feira (04) os primeiros destroços encontrados na área em que o Airbus A330, da companhia aérea Air France, teria caído após desaparecer na madrugada da última segunda-feira (1º), quando se dirigia para Paris, na França.

Os oficiais encontraram, no meio do Oceano Atlântico, um suporte usado em aviões para acomodação de cargas (pallet) de 2,5 metros quadrados, além de duas bóias.

“Faremos uma avaliação para confirmar se o que foi encontrado pertence ao Airbus antes de disponibilizarmos qualquer imagem do que foi recolhido”, afirmou o diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), brigadeiro Ramon Borges Cardoso.

Segundo ele, os destroços serão levados para Fernando de Noronha (PE), onde serão analisados, e depois serão encaminhados para Recife. O material ficará à disposição dos investigadores franceses na capital pernambucana.

De acordo com nota divulgada pelo Comando da Aeronáutica, os destroços haviam sido avistados pela manhã por um dos aviões que participam das buscas, o C-130 Hércules. Em seguida, a fragata Constituição – que serve de base para o helicóptero – foi orientada pelas aeronaves e chegou ao local, a cerca de 550 quilômetros de Fernando de Noronha (PE).
TribunadaBahia