A General Motors (GM) anunciou nesta quinta-feira, 18, que vai reduzir os juros praticados nas concessionárias da marca em três Estados do Nordeste. Para alguns modelos, a taxa de financiamento pode chegar a zero.

A montadora também venderá os carros com prazo de até 60 meses a “taxas competitivas”, afirma Roger Armeline, gerente regional de Operações da GM do Brasil – responsável pela comercialização nos estados da Bahia, Alagoas e Sergipe.

Segundo ele, a promoção deverá incrementar as vendas na rede Chevrolet. “A montadora foi a que mais cresceu nos últimos meses na comparação com as suas concorrentes”, explica.

De acordo com os dados divulgados nesta quinta por Armeline, “enquanto as vendas da indústria automobilística cresceram 22% de maio a junho, na Bahia, a GM cresceu 30% no Estado, superando o seu desempenho nacional”, disse Armellini, que destaca também o sucesso do Feirão Chevrolet promovido no início do mês e que gerou a venda de 600 veículos em toda a regional.

Com 23 concessionárias na Bahia e respondendo por 19,5% do mercado regional, Armelline informou que os modelos Celta, Corsa 1.4, Prisma e caminhonete S10 já registram, em algumas concessionárias da capital, filas de espera de até 30 dias.

“O crescimento da indústria em Salvador foi de 40% e o da Rede Chevrolet de 36%. Agora, dos 4.884 carros vendidos em maio na Bahia, 1.007 foram da GM. Já em junho, do total de 5.981 vendidos nesses primeiros dias, 773 veículos são da GM”, enfatiza o gerente regional, que afirma ainda ser possível encontrar estes modelos de automóveis nas concessionárias da cidade.

Segundo Armelline, o desempenho da Rede Chevrolet nos primeiros 18 dias de junho superou em todos os parâmetros o mesmo período de maio, revelando que o fim da isenção do IPI para os carros está levando o consumidor às compras.

Para ele, o mês deverá registrar um desempenho excelente. “O fluxo de clientes nas concessionárias GM está 25% maior nestes 18 dias de junho em relação ao mesmo período de maio. O primeiro semestre deste ano já é superior em vendas ao mesmo período do ano passado”, diz.

Com o corte do IPI, em dezembro, os carros ficaram em média 7% mais baratos.
ATarde