setembro 2009
D S T Q Q S S
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: 3/set/2009 . 10:20

Músico e humorista Juca Chaves fala de sua carreira

PAPA RELEMBRA INÍCIO DA II GUERRA MUNDIAL

O papa Bento XVI relembrou, durante a audiência geral desta manhã, os 70 anos do início da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), relembrados ontem.

“Na memória dos povos, permanecem as tragédias humanas e o absurdo da guerra. Peçamos a Deus que o espírito do perdão, da paz e da reconciliação conquiste o coração dos homens”, disse o Pontífice, diante de cerca de oito mil fiéis. Bento XVI, que nasceu no estado alemão da Baviera, também comentou que a “Europa e o mundo precisam de um espírito de comunhão, que deve ser construído sobre Cristo, sobre seu Evangelho, e sobre o fundamento da caridade e da verdade”.

Ontem, autoridades políticas europeias e norte-americanas se reuniram na Polônia para relembrar a data em que a Alemanha invadiu o país, dando início ao conflito que durou até 1945. Na ocasião, a chanceler alemã, Angela Merkel, lamentou as milhares de vítimas e os sofrimentos causados pela guerra e pelo Holocausto. Em sua primeira audiência geral no mês de setembro, Bento XVI afirmou ainda que “Deus persegue os erros, mas protege os pecadores”, porque as pessoas sabem “dizer não aos vícios mundanos”.

O Papa citou também as obras de Santo Odon que, nascido na França no final do século IX, foi o segundo abade da Abadia de Cluny. De acordo com o Pontífice, os fiéis devem tomar como exemplo as principais virtudes do religioso, como a “humildade, a austeridade, a distância das coisas efêmeras e a adesão àquelas eternas”. Para Bento XVI, Santo Odon foi um verdadeiro guia para os fiéis de seu tempo, já que amava contemplar a misericórdia de Cristo.

A audiência geral de hoje foi celebrada na sala Paulo VI, no Vaticano, ao contrário das últimas cerimônias, que estavam ocorrendo no palácio pontifício de Castel Gandolfo. Também hoje, a Santa Sé anunciou a nomeação de Jean-Pierre Kwambamba ao cargo de cerimonial pontifício. Kwambamba, que é capelão da associação de voluntários do Serviço Social Cristão, nasceu na República Democrática do Congo em 9 de agosto de 1960.
ANSA

Opinião: A reforma dos crimes sexuais

A Lei nº 12.015, de 7/8/2009, modifica diversos artigos do Código Penal referentes aos crimes sexuais, como estupro, assédio sexual, atentado ao pudor, exploração sexual e tráfico de pessoas. Realmente, precisávamos aprimorar os dispositivos que regem o assunto, corrigindo distorções antigas que tratavam homens e mulheres de forma diversa e muito desigual.

Anteriormente, a mulher figurava como potencial vítima na grande maioria dos delitos previstos na lei. O Título VI do Código Penal de 1940, que cuidava do assunto em tela, chamava-se Dos Crimes Contra os Costumes, reduzindo a sexualidade feminina a meros padrões morais ultrapassados.

Agora a abordagem passou a ser mais equitativa em termos de gênero e, então, mudou-se a denominação do Título VI para Dos Crimes Contra a Dignidade Sexual, o que já é um passo no sentido do respeito aos direitos humanos.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia