O segundo dia de Sauípe Folia teve muito mais ares de carnaval fora de época, nesta sexta, 11. Por causa da atração de peso da noite – Ivete Sangalo, em seu último show antes do parto, agendado para outubro – o público não ficou restrito apenas aos hóspedes dos caros resorts do complexo hoteleiro, contando também com gente que veio de ônibus em pacote comprado à prestação.

A musa do axé e a Banda Eva, em cima de um trio, puxando um bloco mais socialmente heterogêneo, sem dúvida, foram os principais fatores de sucesso do evento que chega ao seu final, neste sábado, 12. A cantora, que já está em ritmo de licença maternidade, deve voltar para a festa de Revéillon Enchanté, evento organizado por sua produtora.

Com uma hora e meia de atraso, Ivete subiu ao trio fazendo graça com os fãs. “Hoje quando eu disser ‘tira o pé do chão’, só vocês tiram. Vou ficar aqui de cima fazendo a dança da baleia'”. Apesar do aviso de limitações por conta da gravidez, a cantora não fez caso do barrigão e dançou e requebrou durante as duas horas e meia de show realizado debaixo de chuva. “Isso é coisa de quem não tem juízo. Já pensou se a bolsa estoura aqui? Ia adorar fazer essa baixaria”, disse.

Pouca gente esperava a apresentação ao lado do trio, mas bastou que a estrela da noite ordenasse e o público que aguardava nos hotéis de Costa do Sauípe veio correndo. De cima do trio, a cena lembrava a fábula do Flautista de Hamellin, o encantador de ratos.

Após o show de Ivete, mais atraso para o começo da Banda Eva. O palco onde ia acontecer o show foi prejudicado pela chuva e a apresentação foi transferida para o trio Demolidor. Uma hora depois de trocar e ajustar os instrumentos, por volta das 3h30, o vocalista Saulo Fernandes puxou a multidão com sucessos como Nosso Amor é Lindo e Minha Pequena Eva. A festa terminou com o dia amanhecendo. Neste último dia, tem Asa de Águia André Lélis.
ATarde