janeiro 2010
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 3/jan/2010 . 23:12

Atacantes correspondem e Bode goleia em amistoso

Por Diêgo Gomes

A partida desse domingo contra a seleção de Cândido Sales serviu para o treinador Ubirajara Veiga testar boa parte do elenco do Vitória da Conquista que irá disputar o Campeonato Baiano 2010.

O time correspondeu e goleou por 6 x 1, cinco deles de atacantes do alviverde. Os gols foram marcados por Cicinho (2), Éder Caetité, Mateus, Roni e Carlinhos Baiano, para o Bode, enquanto que Tiel, de pênalti, descontou para a seleção de Cândido Sales.

Na próxima quarta-feira o Vitória da Conquista enfrenta o Colo Colo, às 20h, no estádio Lomanto Júnior, em mais um amistoso.

Com mudança na Presidência, STF fará o mesmo trabalho com menos barulho

Mendes e Peluso

Mendes e Peluso

Uma locomotiva que de desgovernada não tem nada. Assim o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, é descrito por alguns de seus assessores próximos.

Ao tomar posse da Presidência do STF e do Conselho Nacional de Justiça em maio de 2008, o ministro tinha uma meta: marcar sua passagem pela chefia do Judiciário. “Mudar práticas e fixar novos parâmetros em dois anos de gestão é como fazer uma maratona com ritmo de 100 metros rasos”, costuma dizer Mendes.

O ministro imprimiu seu ritmo e cumpriu o percurso, com uma enxurrada de ações e outra de opiniões. A equipe técnica que escalou para o CNJ fez inspeções em 17 tribunais do país sanando irregularidades e soltou 20 mil detentos que não deviam mais estar atrás das grades, mas lá estavam por conta da inércia estatal.

:: LEIA MAIS »

Meninas de 13 a 19 anos são foco da campanha de prevenção à Aids

Durante o Carnaval de 2010, o Ministério da Saúde vai priorizar a campanha de prevenção à Aids no grupo de meninas de 13 a 19 anos. O motivo é o crescimento de casos entre as garotas dessa faixa etária nos últimos anos.

Segundo o último Boletim Epidemiológico da Aids e de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), divulgado em novembro, foram registrados mais casos entre as garotas dessa idade em relação aos meninos desde 1998. Atualmente, a cada 8 meninos infectados existem 10 casos de meninas. Antes, a proporção eram 10 mulheres para cada grupo de 15 homens.

Segundo o diretor-adjunto do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Eduardo Barbosa, a maioria dos jovens busca o preservativo na primeira relação sexual. Mas quando o relacionamento fica estável, o uso da camisinha é deixado de lado. “Na medida que vão tendo confiança no companheiro abandonam o preservativo”, disse Barbosa.

:: LEIA MAIS »

A Liberdade de Expressão Na Era Dos Blogs

IstoÉ

Quando surgiram, os blogs eram vistos apenas como diários online, um espaço inofensivo no qual as pessoas faziam relatos do cotidiano, desabafavam e compartilhavam experiências.

Com a popularização da internet e a maior eficiência dos mecanismos de busca como o Google, comentários que antes ficariam restritos ao círculo de amizades do blogueiro passaram a ganhar outra dimensão.É comum que no resultado de uma busca apareçam posts de blogs mencionando uma empresa ou marca antes mesmo do link para o site oficial.

Diante dessa exposição, muitos dos que se sentem ofendidos por relatos ou opiniões expressas no vasto território da internet estão querendo reparação judicial. E aí colocam-se questões importantes: até que ponto vai o direito à liberdade de expressão? Um blogueiro pode ser processado por um comentário anônimo feito a um texto seu? Uma crítica a um serviço prestado pode ser motivo para uma ação por danos morais?

:: LEIA MAIS »

Aécio Neves avança

CartaCapital

O governador de Minas Gerais anunciou sua desistência da disputa pela indicação do PSDB para a candidatura à presidência da República em 2010. Ao contrário do que parece, ele não recuou, mas avançou.

Aécio não suportava mais manter a pressão sobre o partido para que apressasse a definição do candidato tucano. Há meses expõe seu ponto de vista: acha que a oposição não deve cair no jogo do governo e transformar a eleição em um “plebiscito”, que chame o povo a votar contra ou a favor de Lula e sua candidata. Para ele, esse é o caminho da derrota, dada a popularidade gigantesca do presidente e o cenário favorável que se vislumbra para nossa economia no ano que se inicia.

Com esta avaliação, imaginava-se mais competitivo do que José Serra, apesar deste liderar as pesquisas de opinião hoje. Aécio, mineiro, simpático e agregador, acredita ser mais capaz de atrair novos aliados e fugir do confronto direto com o governo. Mas, para isso, precisava de tempo, para correr o País e agregar apoios, inclusive na base governista. Entendia que, assim, iria subir pouco a pouco nas intenções de voto, enquanto que Serra, dada sua identificação com os governos FHC e seu inexistente carisma, tendesse a estacionar ou até declinar nas pesquisas.

Sua tese conseguiu angariar muitos adeptos, sobretudo nas fileiras do DEM, principal aliado tucano. Mas não comoveu José Serra e a maioria da direção do PSDB. O governador paulista ficou irredutível o tempo todo, sem esboçar qualquer movimento nas sobrancelhas. Ao contrário do mineiro, lhe interessa uma campanha o mais curta possível.

Serra entende que quanto mais cedo ser oficializada sua candidatura, mais cedo colocará a cara para apanhar do governo. E, como todo mundo sabe, ele tem uma saída segura pela lateral, se ficar configurado um cenário de grande crescimento de Dilma nos próximos meses: a reeleição ao governo de São Paulo, para desespero de Geraldo Alckmin.

Com esta lógica, Serra pretendia esticar a corda da definição até março. Mas Aécio cansou e, surpreendendo a todos, nem esperou a troca de presentes de amigo secreto na sede do governo mineiro para anunciar sua “desistência”.

Agora, ele aguarda. Serra não oficializou, nem vai oficializar tão cedo sua candidatura e até saudou a decisão de Aécio. Mas, daqui pra frente, as pesquisas de opinião só terão seu nome pela oposição. O noticiário ficará mais atento aos seus passos. E o governo vai partir mais duro para o confronto.

Enquanto isso, o governador mineiro degustará seu peru de Natal com pão de queijo tranquilamente. Receberá inúmeros apelos para sair como vice de Serra, mas também muitos apelos caseiros para esquecer as eleições presidenciais e se dedicar a eleger seu sucessor em Minas e a estourar as urnas de tanto voto que receberá para o Senado.

Daí, se não ceder ao convite para sair de vice – opção que, até aqui, não cansa de rechaçar – fica no aguardo do desempenho de Serra. Se este se elege presidente, Aécio será o homem do governo no Congresso. Se Serra perde, Aécio será o homem da oposição no Congresso.

E se Serra desistir diante de um crescimento incontrolável de Dilma? Aécio será chamado para o “sacrifício” e sairá dele, na pior das hipóteses, como o tucano mais forte do Brasil. Pronto para novos voos, que sua juventude permite. Ou seja, em qualquer cenário, o futuro político do governador mineiro está garantido.

Mas ele emparedou o governador paulista.

Sanitário seco faz sucesso entre ambientalistas

Época

O vaso sanitário como o conhecemos pode estar com os dias contados. Se depender de um grupo de ecologistas que está fazendo barulho contra as privadas atuais, no futuro nenhuma gota de água será desperdiçada e, como bônus, todos terão fertilizante grátis para o jardim. Como? Simples.

Vá ao banheiro, faça o que precisa ser feito e, em vez de dar a descarga, carregue uma pá com serragem para despejar no fundo do vaso sanitário. Em condições ideais de umidade e temperatura, essa mistura vai se decompor e virar adubo dentro de um compartimento sob a própria privada.

“O único problema contra a compostagem humana é o preconceito”, diz o escritor e marceneiro americano Joseph Jenkins, de 57 anos, principal porta-voz do “sanitário seco”, também conhecido como “sanitário de compostagem” (o nome técnico da decomposição de matéria orgânica para a produção de adubo). Jenkins ficou conhecido como Mr. Humanure (trocadilho com human, “humano”, e manure, “excremento”).

:: LEIA MAIS »

Falta de sono pode levar a depressão

Veja

Adolescentes que dormem pouco estão mais suscetíveis a depressão e pensamentos suicidas. A observação é de um estudo do Centro Médico da Universidade de Columbia, em Nova York, publicado neste sábado na revista Sleep.

A pesquisa analisou 15.500 pacientes na faixa etária dos 12 aos 18 anos, na década de 90. A cada 15 pacientes, um estava deprimido.

Os estudiosos observaram que aqueles que iam dormir depois da meia-noite tinham 24% mais chance de ter depressão e estavam 20% mais propensos a desenvolver pensamentos suicidas do que os que iam se deitar antes das 22h.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia