Por Diêgo Gomes

O município de Vitória da Conquista fechou o mês de março com saldo negativo na geração de empregos. Durante o período foram contratados 1.583 e demitidos 1789 trabalhadores, ou seja, 166 postos de trabalho a foram fechados na cidade.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) a “capital do sudoeste” teve o pior desempenho entre as 81 cidades com mais de 30 mil habitantes do Estado. Correntina (- 142), Juazeiro (-141), Nova Viçosa (-134) e Ipiaú (-102) acompanharam Vitória da Conquista entre as campeãs do desemprego no período.

Comparação – Se compararmos com o mesmo período de 2009, época em que a crise econômica ainda refletia no país, a cidade de Vitória da Conquista teve um saldo negativo de apenas 50 pessoas.