Por Diêgo Gomes

DSC07306Em visita a Vitória da Conquista no último sábado, quando foi instalado o Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE), o presidente do PT na Bahia, Jonas Paulo, discursou por quase uma hora na Câmara de Vereadores.

O petista afirmou em seu discurso que “a questão principal é Dilma presidente, depois Wagner governador. Terceiro, é fazer uma bancada federal e estadual ampla. Por último o Senado, que queremos fazer uma mudança, mas é um mandado de oito anos, então, nós não vamos brigar nesse momento”.

Ainda de acordo com Jonas Paulo, a candidata Dilma Rousseff “precisa ter uma margem de um milhão e meio de votos de frente a José Serra” para tirar a diferença do tucano em outros estados.

A platéia era formada principalmente por secretários municipais de Vitória da Conquista e lideranças da legenda no município. Compondo a mesa, estava o deputado estadual Waldenor Pereira, o ex-prefeito José Raimundo Fontes, os vereadores Gildásio Silveira e Ademir Abreu, os presidentes do PCdoB, Marcus Andrade e do PSB, Gildelson Felício, além do vereador de Tanhaçu, Sidney Santana e filiados ao PT conquistense.