O candidato do Psol à presidência da República, Plínio de Arruda Sampaio, afirmou nesta quarta-feira, durante a convenção de seu partido, que a candidatura de Dilma Rousseff (PT) é um escárnio aos petistas. Segundo ele, a indicação de Dilma feita por Lula é um desrespeito aos membros de seu antigo partido.

Plínio deixou o PT em 2005, descontente com o partido após o escândalo do mensalão. “Vivemos uma realidade ambígua. A crise econômica financeira mundial favoreceu o governo Lula e com a popularidade que ele tem, Lula se acha no direito de colocar como candidata dele um poste político. Não é nada pessoal contra ela, mas Lula humilhou o partido dele. É um escárnio aos petistas”.

Plínio disse que não espera um sucesso imediato do Psol nas eleições de outubro, mas afirma que irá disputar a eleição com a consciência do dever cumprido. “O Brasil vive um período de enfeitiçamento. O povo brasileiro parece estar dopado. Ele percebe que há algo de errado, mas não sabe exatamente o que é”.O Psol define nesta tarde a possibilidade de formalizar uma aliança com o PCB, que indicaria o nome do vice na chapa.
JBOnline