agosto 2010
D S T Q Q S S
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


Eleições 2010: Entrevista com Geddel (PMDB), candidato a governador

No segundo dia da série de entrevistas com candidatos ao governo do estado, o BATV recebeu nesta terça-feira (17) o ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, do PMDB.

O tempo de entrevista foi de cinco minutos, com tolerância de 30 segundos. Confira abaixo:

BATV – Enquanto ministro o senhor conseguiu recursos para várias obras, tanto na capital quanto no interior, no entanto isso não foi suficiente para tira-lo do terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto. Por que, na sua opinião?
Geddel Vieira Lima – Olha, em primeiro lugar porque a campanha para mim, que sou o menos conhecido dos candidatos que estão à minha frente, começa verdadeiramente agora.

É o momento em que terei a oportunidade de me expor por inteiro, falando de projetos, de propostas, apresentando a crítica qualificada e, sobretudo, me mostrando como eu sou, com meus defeitos e qualidades, dizendo porque quero ser governador e porque creio, acredito verdadeiramente, que posso fazer um governo melhor para a Bahia, melhor para o dia a dia do eleitor. Portanto, eu estou muito otimista para, a partir de agora com essas oportunidades, sobretudo com o horário gratuito da televisão, que o leitor me conhecendo melhor possa passar a apoiar com mais vigor a proposta que iremos apresentar.

BATV – A posição de terceiro lugar incomoda? Qual a estratégia a partir de agora para reverter essa situação?
Geddel Vieira Lima – Primeiro não tem nenhum estresse. Segundo, a estratégia que eu sempre usei ao longo da minha vida quando enfrentei qualquer tipo de dificuldade real: trabalhar e me mostrar por inteiro. Acreditar no que eu faço e no que eu digo e saber que, se pesquisa a essa hora, a essa altura do campeonato decidisse eleição, o governador do Bahia não seria o atual, seria o candidato do DEM. Se pesquisa definisse eleição, o prefeito de Salvador não seria João Henrique, seria Antônio Imbassahy. Então vamos deixar que o povo se manifeste na hora certa. Perseverar, falar de propostas, falar de projetos, mostrar o que fiz e mostrar sobretudo que estou absolutamente pronto, para com muita humildade trazer para perto de mim as mulheres mais qualificadas, os homens mais preparados acreditem, sem nenhuma arrogância, fazer o melhor governo que a Bahia já viu.

BATV – O senhor não acha que a sua posição política pode causar um pouco de dúvida no eleitor, já que apoia e é apoiado pela candidata do PT, Dilma Roussef, e, no entanto, o seu grande oponente é do mesmo PT, Jaques Wagner?
Geddel Vieira Lima – A sociedade haverá de compreender que eu apoio Dilma Roussef porque ela dá continuidade a um projeto que deu certo para o Brasil, que está dando certo para o Brasil, e as pessoas sentem isso nas ruas. Enquanto eu me oponho ao atual governador, que é do mesmo partido dela, porque foi um projeto que comprovadamente na nossa avaliação não está dando certo para a Bahia. Ou você se sente satisfeito com a segurança pública? As pessoas do interior estão felizes com o atendimento que está tendo nos hospitais? As estradas estão sendo tratadas como devem ser? Você acredita verdadeiramente que a educação que está sendo prestada nos municípios tem a qualidade exigida? Se você acha que está tudo indo bem, evidentemente que vai manter o que aí está, se você acha, como eu, acredito verdadeiramente que podemos apresentar e implantar um projeto para a Bahia com mais pressa, com mais vigor, sem deixar passar as oportunidades que o Brasil tem oferecido, aproveitando as oportunidades de desenvolvimento como fizeram Pernambuco, Ceará e outros estados, aí eu me coloco como alternativa para o eleitor em um debate absolutamente franco, sério, tranquilo, oferecendo essa alternativa e essa opção aos eleitores do meu estado.

BATV – Quais são as suas propostas que terão destaque na propaganda eleitoral gratuita, que já começou, e que podem ser capazes de avança-lo nos próximos 45 dias?
Geddel Vieira Lima – rocurar abordar de forma clara e objetiva, como diz, fazendo a crítica àquilo que agonia você, incomoda você no dia a dia e apresentar sugestões, caminhos, alternativas na área de segurança pública, que efetivamente tem sido tratada de uma forma equivocada e os resultados estão aí para vocês verem como um problema sério de gestão. A saúde pública, onde esse governo teve um desenvolvimento muito pífio, muito pequeno em relação, por exemplo, ao Programa de Saúde da Família, que pode resolver 80% dos problemas relativos a saúde, a questão da infraestrutura dos nossos portos, das nossas rodovias, sobretudo no oeste da Bahia, que tanta expectativa teve em relação a esse governo. Uma educação voltada para investimentos na creche, na pré-escola, no ensino profissionalizante, com o desafio de transformar o ensino médio, 50% das suas vagas em cursos profissionalizantes. A qualificação do funcionário público, o treinamento, enfim, nós vamos abordar os vários temas da Bahia, apresentando soluções sustentadas na história de quem fez e de que foi criticado no Ministério não por não ter trabalhado, mas por ter trazido dinheiro demais para a Bahia, que pode apresentar e sustentar um projeto que melhore a vida do eleitor.

BATV – Quais são as suas considerações finais?
Geddel Vieira Lima – Agradecer a vocês a oportunidade, o privilegio, e deixar claro para o eleitor que nesse período eu vou demonstrar de forma objetiva, clara, o meu compromisso com a Bahia, o meu compromisso em transformar em realidade propostas e medidas que melhorem a vida do eleitor. É nisso que eu confio e é por isso que eu peço e antecipadamente agradeço o seu apoio e o seu voto.
BATV

2 respostas para “Eleições 2010: Entrevista com Geddel (PMDB), candidato a governador”

  • Marcelo disse:

    Se brincar, Geddel é o mais interessante. Pois, queria alguém aliado ao Lula PT, mas o Wagner não está fazendo por onde, então… Só nos resta Geddel.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia