Cinco homens e um objetivo: conquistar quem estará ligado na TV Bahia, na noite de hoje, para assistir ao último debate televisivo antes das eleições.

O governador Jaques Wagner (PT), Paulo Souto (DEM), Geddel Vieira Lima (PMDB), Luiz Bassuma (PV) e Marcos Mendes (Psol), candidatos ao governo do estado, vão travar mais um embate pela preferência do eleitor.

Com cinco blocos e duração total de aproximadamente uma hora e meia, o debate será conduzido pelo jornalista Willian Waack, apresentador do Jornal da Globo.

Dois blocos terão temas livres, outros dois com questões que serão definidas por sorteio ao vivo, entre 12 predeterminadas pela emissora, e um último para considerações finais. Cada pergunta terá tempo máximo de 30 segundos, e as respostas, um minuto e meio. Os candidatos ainda terão mais um minuto para a réplica e um minuto para a tréplica.

Na preparação, três candidatos mantiveram as agendas livres hoje. Apenas Geddel e Bassuma terão compromissos de campanha. O peemedebista participa de almoço com o candidato a vice-presidência na chapa do PT, Michel Temer (PMDB). Já o candidato do PV faz caminhada em Camaçari, pelo aniversário da cidade. Todos, no entanto, garantem estar prontos para o debate.

De acordo com o comando de campanha do PT, Wagner se reuniu com a equipe que o acompanha na corrida pela reeleição. A ideia é explorar, como em outros debates, as realizações dos últimos quatro anos. “Na reta final, é continuar na mesma batida, mostrando as mudanças, o que foi feito e o que ainda está por vir”, informou o marqueteiro do petista, Sidônio Palmeira.

Já Geddel, treinou perguntas e respostas sobre os temas específicos. “Estou preparado. Pronto para a TV”, garante o peemedebista. Souto aposta na tecnologia como forma de amplificar as ideias que serão debatidas por ele na TV. “O site da campanha contém as fontes de tudo o que ele vai dizer no debate”, adiantou a assessoria do democrata.

Marcos Mendes tem mantido encontros com a equipe de campanha há uma semana visando o debate. E Bassuma disse que busca, na caminhada em Camaçari, a energia do povo para enfrentar os adversários. O encontro será transmitido ao vivo, logo após a novela Passione.
Correio*