Duas pessoas morreram nesta terça-feira (19) à espera de uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Vitória da Conquista. A cidade dispõe de 33 vagas de leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas o número é insuficiente para atender pacientes de toda à região.

Na segunda-feira (18) policiais federais encontraram Ronaldo Abade, de 36 anos, dentro de um carro, no Anel Rodoviário de Vitória da Conquista, com sinais de convulsão. Ele foi levado para o Hospital São Vicente, por sua irmã, a corretora de imóveis Zeli Abade, mas, por falta de vaga, não foi atendido. “Ele passou a noite inteira e eles (os médicos) não apareceram para atender o meu irmão. Eu pedi ajuda dos médicos, mas eles só apareceram para socorrer meu irmão na hora do óbito”, denunciou Zeli Abade, após a morte do irmão nesta terça-feira (19).
BahiaNotícias