Após uma semana de trabalho intenso, o Vitória volta a jogar no Brasileirão buscando sair da zona de rebaixamento para a Série B. Neste sábado, 30, o Rubro-negro enfrenta o Vasco, às 15h (horário da Bahia), no Barradão, pela 32ª rodada da competição.

Para buscar o triunfo, o Leão conta com o bom retrospecto diante dos vascaínos em partidas realizadas no Estádio Manoel Barradas. Em nove jogos, o Vitória conquistou oito triunfos e um empate. Além dessa invencibilidade, o Rubro-negro comemora seu jogo de número 500 no seu campo, onde é acostumado a conquistar vitórias e títulos.

Para a partida, o técnico Antônio Lopes tem o time definido e Adailton forma dupla de ataque com Júnior. Já no setor de meio-campo, Uelliton entra na vaga de Bida, que está fora por ter recebido o terceiro cartão amarelo na derrota para o Botafogo.

Na defesa, Jonas entra na lateral direita no lugar de Nino Paraíba, que também está fora pelo acúmulo de três cartões amarelos. No lado esquerdo, Egídio retorna ao time titular após se recuperar de uma pubalgia.

Adversário – Após o empate no clássico contra o Flamengo, o Vasco precisa voltar a vencer no Brasileirão para continuar na briga pela Libertadores de 2011.

A equipe carioca ocupa atualmente a 12ª posição na classificação da Série A, com 42 pontos conquistados. Em 31 jogos, os vascaínos conquistaram 9 vitórias, 15 empates e 7 derrotas.

Para a partida, o técnico Paulo César Gusmão tem a equipe praticamente definida. A novidade é o retorno do volante Jumar, que cumpriu suspensão diante do Flamengo e vai reforçar o setor defensivo do meio-campo carioca.

Já o zagueiro Dedé, um dos destaques do time na competição, foi expulso contra o Flamengo e não joga. Com isso, Jadson Viera assume a vaga.

Vitória x Vasco
32ª rodada da Série A de 2010
Local: Barradão, em Salvador
Data: 30/10/2010
Horário: 15h (horário da Bahia)

Vitória: Viáfara, Jonas, Wallace, Anderson Martins e Egídio; Neto Coruja, Uelliton, Elkeson e Ramon; Adailton e Júnior. Técnico: Antônio Lopes.
Vasco: Fernando Prass; Fagner, Cesinha, Jadson Viera e Carlinhos; Rafael Carioca, Jumar, Felipe e Zé Roberto; Eder Luis e Nunes. Técnico: Paulo César Gusmão.
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP).
ATarde