Longe da briga pelo título mundial de Fórmula 1 desta temporada, o piloto Felipe Massa, da Ferrari, se mostrou ansioso para a disputa do GP do Brasil, no próximo domingo, e disse que espera fazer bonito diante da torcida para fechar o ano de forma competitiva.

“Entro na pista para tentar vencer. É o que sempre fiz e vou continuar fazendo. Foi um ano ruim, como todos viram, não vejo problema nenhum em falar. É tentar terminar de forma competitiva, especialmente no GP Brasil, que é um sonho correr para todos os brasileiros”, afirmou.

Em evento nesta quarta-feira, em São Paulo, no qual também estiveram presentes os pilotos Lucas di Grassi, da Virgin, e Bruno Senna, da Hispania, Massa apontou Fernando Alonso como favorito ao título e não descartou ajudar o espanhol a atingir a meta.

“Sou um piloto profissional e ajudaria a equipe a ser campeã”, disse o ferrarista, que vê a disputa pelo campeonato totalmente aberta. Alonso lidera com 231 pontos, seguido por Mark Webber, da Red Bull (220), Lewis Hamilton, da McLaren (210) e Sebastian Vettel, da Red Bull (206).

“Vimos o que aconteceu na última corrida (Coreia do Sul). O Webber estava em primeiro e errou. Depois Vettel liderou e quebrou o motor. Cada ponto é muito importante. É só lembrar o que houve em 2008″, afirmou Massa, recordando a temporada em que perdeu o título na última volta em Interlagos para Hamilton.

E é justamente o campeonato de 2008 que anima Massa a voltar a brigar pelo topo na próxima temporada. “No ano que vem começaremos do zero. Em 2007 não disputei o campeonato, mas um ano depois era campeão até os últimos minutos da última corrida. É me concentrar e fazer um ano bem melhor”, concluiu.

O GP do Brasil será realizado às 14h (de Brasília) do próximo domingo, em Interlagos. Duas semanas depois, a temporada chegará ao fim com o GP de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.
Terra