A adolescente de 13 anos estuprada no município de Vitória da Conquista pelo padrastro Edimilton Novaes Alves (30), recebe apoio psicológico no Centro de Referência Especializada em Assistência Especial (Creas). O pedreiro Edimilton foi preso em flagrante na última segunda-feira (9) após uma professora da menina ter procurado a Delegacia da Mulher para denunciar o crime.

Segunto informações a garota teria contado na instituição de ensino que era abusada pelo padrastro, que a registrou como filha, desde os sete anos de idade e que sofria ameaças constantes. A adolescente passou por exame de corpo delito que comprovou a sua versão.

O acusado deve permanecer preso a disposição da justiça, e se condenado pode pegar de oito à 15 anos de prisão.
Correio*