Em comunicado divulgado neste domingo (14) em jornais brasileiros, o Grupo Silvio Santos afirmou que “processará, nas esferas cível e criminal, os ex-Diretores Executivos (…) e a empresa de auditoria externa contratada para realizar a revisão das demonstrações financeiras” do Banco Panamericano S/A.

O Grupo Silvio Santos é acionista controlador do Panamericano, que, na semana passada, revelou que teve de recorrer a um empréstimo de R$ 2,5 bilhões do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para restabelecer seu equilíbrio patrimonial após inconsistências em seus balanços encontradas pelo Banco Central.

As empresas do empresário Silvio Santos, controlador do Banco Panamericano, foram colocadas como garantias na operação de resgate, inclusive o canal de televisão SBT.

Na última sexta, o Panamericano S/A anunciou em comunicado que adiaria a apresentação de seu balanço financeiro referente ao terceiro trimestre. Em outro comunicado, o banco cancelou também a teleconferência em que seriam comentados os resultados do terceiro trimestre, que estava agendada para a próxima terça-feira (16).

Ainda na sexta-feira, o Panamericano passou a ser investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal. O banco, do Grupo Silvio Santos, recebeu socorro financeiro do fundo nesta semana após serem detectadas “inconsistências contábeis” em seu balanço.
G1