Por Diêgo Gomes

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou nesta terça-feira as contas da prefeitura de Jequié de 2009, primeiro ano de mandato do prefeito Luiz Amaral (PMDB) e do vice Eduardo Lopes (PSB).

Fernando Vita, relator do parecer, multou o prefeito em R$ 12 mil referente ao período de 01/01 a 30/11 e ao vice em R$ 2 mil por ter ficado a frente dos destinos da prefeitura e cometidos irregularidades no período de 01/12 a 14/12.

De acordo o relator houve um “desequilibrio fiscal da cidade” ao extrapolar o lime estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Câmara – Em relação a Câmara de Vereadores o relator aprovou “com ressalvas as contas do presidente da Câmara de Jequié, Ednael Alves de Almeida, relativas ao exercício de 2009, sendo imputada ao gestor multa no valor de R$ 1.200″. Os três gestores podem recorrer da decisão.