Um alerta para quem vai pegar a estrada nas festas de fim de ano. O ano de 2010 nem terminou e o número de mortes em acidentes na Bahia já é 18% maior que em todo o ano passado.

Para Polícia Rodoviária Federal, a imprudência e o uso de bebida alcoólica são alguns dos motivos deste aumento.

A irresponsabilidade ao volante é uma das principais causas das tragédias nas estradas e, em relação a isso, este ano, a Bahia não tem o que comemorar. Antes mesmo do Natal e do Ano Novo, os números de acidentes e mortes nas rodovias federais que cortam o estado já superam os de 2009.

De 1º de janeiro até quinta-feira passada, 8.524 acidentes entraram para as estatísticas da Polícia Rodoviária Federal, contra 8.088 do ano passado. 746 pessoas já morreram, 18% a mais que o registrado no ano anterior.

Para a polícia, a melhoria das condições de algumas rodovias tem contribuído para o excesso de velocidade. Uma delas é a BR-116, onde a cobrança de pedágio começou na terça-feira.

Outro motivo apontado para o aumento do número de acidentes com mortes é o consumo de álcool. ‘No início da aplicação da lei, a gente via realmente que algumas pessoas conversavam, se mobilizavam para evitar o consumo do álcool, mas com o passar do tempo, há um certo relaxamento e a fiscalização precisa voltar a ser mais efetiva para que as pessoas voltem realmente a cumprir a lei’, diz o inspetor da PRF Antoniel Rios.
BATV