dezembro 2010
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


Sobre a Ferrovia Oeste-Leste

Jean Gusmão*

Grande besteira isso tudo o que foi dito no encontro da Pousada da Conquista sobre a Ferrovia Oeste Leste. Estive lá e não perdi meu tempo gastando minha retórica com pessoas de pensamento cartesiano e linear.

A propósito, a palavra que mais se falou lá foi “sinergia”. Parece que esse é o novo jargão da esquerda. Bem, só esclarecendo, sinergia é quando existe combinação de dois fatores e resulta em algo maior que o seu somatório.

Pois bem: em 1896, eu disse 1896, século XIX, trem a vapor, vagões de madeira, foi projetada uma ferrovia que saía do Cais da Piedade (RJ), passava por Magé, Guapimirim e subia a Serra dos Órgãos rumo a Teresópolis (eu sei disso porque minha família paterna é de lá).

Sabe o que isso significa? Uma ferrovia que saia do nível do mar e subia a 900m de altitude num percurso de um terço da distância Conquista – Jequié. Havia vontade política. Não me lembro de Teresópolis possuir grandes indústrias, ou depósitos de commodities.

A verdade é que as principais desculpas para a Oeste-Leste não passar aqui são: cota elevada e falta de demanda. Sobre a questão da cota elevada já respondi com a história da ferrovia de Teresópolis e a demanda, essa só virá com a ferrovia pelo menos projetada, falo de siderurgia e aciarias.

Para finalizar note que oo traçado da ferrovia faz um ângulo para abranger o município de São Desidério. Lá póooooooooode aqui não. Será que isso é o espírito de perseguição de ACM que anda assombrando o PT.

*Jean Gusmão – Engenheiro da Secretaria de Meio Ambiente do Estado

2 respostas para “Sobre a Ferrovia Oeste-Leste”

  • Luiz disse:

    Também concordo com o engº Jean Gusmão. E lembro: lá pelos anos de 1910 o engenheiro Vasco Neto tinha esse projeto de ferrovia, porém mais arrojado que o atual. Deixar uma cidade do porte de Vit. da Conquista de fora é mesmo inaceitável. Os argumentos e o blá blá blá técnico da Velec não me convenceram. Jequié foi incluido no traçado por influência do sen. Cesar Borges ou não foi? Então, fica claro, que o problema é a falta de empenho político conquistense. 2012 está chegando e quem sabe agora vai. Herzem Gusmão ou Jean Fabrício? Dois bons nomes.

  • Luiz disse:

    (Valec)

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia