As vendas por meio da internet cresceram 40% no País entre 15 de novembro e 24 de dezembro em relação ao mesmo intervalo do ano passado, segundo divulgou nesta terça-feira a empresa de monitoramento de comércio eletrônico e-bit. A receita bruta dos sites de comércio eletrônico neste período, puxada pelas vendas de bens de consumo para o Natal, totalizou R$ 2,2 bilhões.

A categoria de eletrodomésticos liderou o volume de pedidos neste fim de ano, seguida por informática; saúde, beleza e medicamentos; livros e eletrônicos. O valor médio dos pedidos feitos pela internet ficou em R$ 370,00. Segundo a e-bit, o pico de pedidos ocorreu no dia 14 de dezembro, com mais de 224 mil compras. No ano passado, o pico aconteceu em 16 de dezembro, com mais de 150 mil compras.

Em novembro, um estudo da Câmara Brasileira do Comércio Eletrônico (camara-e.net) mostrou que as vendas do setor chegarão a R$ 15 bilhões até o final de 2010, aumento de 40% em relação ao ano passado. Pela primeira vez, a receita anual do e-commerce será maior do que do comércio tradicional na região metropolitana de São Paulo, que, segundo números da Fecomércio-SP, deve fechar 2010 com receita de R$ 11 bilhões.
IG