A primeira edição de 2011 da coluna dominical Carrinho de Compras mostra algumas das últimas aquisições curiosas de 2010.

E para começar o ano de casa nova, a Câmara dos Deputados empenhou (reservou no orçamento) cerca de R$ 353 mil para a compra de eletrodomésticos para os 96 recém reformados imóveis funcionais dos deputados. Ao todo serão 384 novos aparelhos, dentre eles depuradores de ar, fogões, refrigeradores duplex e lavadoras de roupas.
,
Além dos tradicionais itens domésticos, o órgão deve pagar R$ 1,5 mil pela reforma de diversos móveis. A Câmara comprometeu ainda outros R$ 25 mil para a compra de uma capela de exaustão, uma espécie de gabinete ventilado que será destinado ao laboratório de restauração de obras de arte. No fim das contas, a Casa inclui também três carrinhos de mão, por R$ 80 cada. Bem, parece que já está tudo pronto para receber bem os calouros na Câmara dos Deputados.

Já a Presidência da República, na semana de preparativos para a posse da presidente Dilma Rousseff, decidiu comprar 68 bandeiras. Serão 44 bandeiras do Brasil e 24 do Mercosul. Cada flâmula sairá por aproximadamente R$ 400. Ao todo serão gastos pouco mais de R$ 21 mil. Quem também preferiu aproveitar a última semana do ano para trocar as bandeiras foi o Senado Federal, que empenhou R$ 1,8 mil para a compra de 24 estandartes de várias unidades da federação.

E no Senado também tem reforma. Com R$ 4,5 mil, o órgão comprará “material de serralheria destinado a manutenção do complexo arquitetônico do Senado”. Nesta semana, no entanto, a principal preocupação da Pasta foi deixar a Casa pronta para a posse presidencial. Por isso, antes do fim da semana, contratou um profissional tradutor por R$ 3,5 mil para a cerimônia de compromisso constitucional que se realizou ontem no Congesso Nacional.

Resolvidos eventuais percalços em Brasília, o Senado procurou atender também as necessidades da subestação e sala de transmissores da Rádio e TV Senado em Salvador (BA). Foram comprometidos R$ 14,8 mil para a aquisição de um “sistema de monitoramento de temperatura ambiente e de proteção contra incêndio nas cabines de medição e manobra”.

Para fechar a conta deste domingo, mais um gasto curioso na posse presidencial. O Ministério das Relações Exteriores contratou, por R$ 500 mil, uma empresa de turismo ou agência de viagem para oferecer serviços de hospedagem para os convidados do governo brasileiro. Enfim, ano novo, nova presidente, novas bandeiras, novos eletrodomésticos e por aí vai… Resta saber se todas as novidades serão boas.
ContasAbertas