O número de mortos após as chuvas na Região Serrana do Rio passa de 400. A Polícia Civil informou nesta tarde que 423 corpos já foram identificados pelos peritos do IML (Instituto Médico Legal).

Desse total: 199 mortes foram registradas em Nova Friburgo, 176 em Teresópolis, 35 em Petrópolis (Itaipava) e 13 em Sumidouro.

O número de mortes pode ser ainda maior. Em Campinas, distrito de Sumidouro, a prefeitura confirmou por volta das 15h desta quinta, um total de 19 mortos. Em Nova Friburgo, a prefeitura confirma 201 mortos. Já e Petrópolis, a prefeitura confirmou 39 mortos.

Bombeiro soterrado é achado

Um dos corpos encontrados nesta manhã é o do bombeiro Vitor Lembo, que estava trabalhando no Centro de Friburgo, na quarta-feira (12), quando foi soterrado com mais dois colegas. Seu corpo só foi retirado dos escombros nesta manhã, sob lágrimas e aplausos.

Além da família, colegas de trabalho, como o coronel Suarez, diretor-geral de saúde do Corpo de Bombeiros, e um outro agente vítima do mesmo desabamento, mas resgatado com vida, choravam. O acesso à Região Serrana ainda é complicado nesta quinta-feira.