janeiro 2011
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


Rio confirma 3 casos de leptospirose na região serrana

A Secretaria Estadual da Saúde do Rio de Janeiro informou no final da tarde deste sábado que foram confirmados três casos de leptospirose nos municípios de Nova Friburgo e Teresópolis, após as fortes chuvas que atingiram a região serrana.
Segundo a secretaria, um caso foi registrado em Teresópolis e dois em Nova Friburgo. Outros quatro casos suspeitos da doença foram descartados nesta manhã pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante visita a região.

A secretaria informou que os casos confirmados são monitorados pelas equipes médicas e a Vigilância em Saúde acompanha as vítimas das enchentes e dos deslizamentos de terra que possam apresentar os sintomas da doença. Não existe vacina contra a leptospirose, que tem tratamento quando o diagnóstico é feito com antecedência.

De acordo com a Vigilância em Saúde, moradores que tiveram suas residências tomadas pelas chuvas devem tomar medidas para evitar o contágio da doença e procurar atendimento médico, quando apresentarem sintomas. As paredes, objetos e as roupas atingidas pela enxurradas devem ser lavados com uma mistura de água sanitária e água (quatro xícaras de café de água sanitária para cada 20 l de água). Já o alimento que teve contato com a água contaminada deve ser jogado fora, pois pode transmitir doenças. A caixas d’água também deve ser limpas e desinfetadas.

Doença
A leptospirose é uma doença infecciosa causada pela bactéria Leptospira, presente na urina do rato. Em situações de enchentes e inundações, a urina dos ratos mistura-se à enxurrada e à lama provocando o risco de contágio. A bactéria penetra no corpo pela pele, principalmente se houver algum ferimento ou arranhão.

Os sintomas mais frequentes – febre, dor de cabeça e dores pelo corpo – podem ser confundidos com os de outras doenças, como a gripe. Mas também pode ocorrer icterícia, coloração amarelada da pele e das mucosas. Os sintomas normalmente aparecem de uma há duas semanas após a contaminação.

Chuvas na região serrana
As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio nos dias 11 e 12 de janeiro provocaram enchentes e inúmeros deslizamentos de terra. As cidades mais atingidas são Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu cerca de 300 mm em 24 horas na região.
Terra

1 resposta para “Rio confirma 3 casos de leptospirose na região serrana”

  • maria dolores conde suarez disse:

    so gostaria de saber se a leptospirose pega pois meu companheiro fez a sorologia e esta aguardando resposta se foi mesmo leptospirose e eu tive dengue pois quero saber se dormimos juntos e tendo relação sexual se tem algum problema pois quando temos relação vejo vestigio de sangue não sei se é dele ou meu pois ele esta reclamando de muita dor no figado e nos rins e ele bebe.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia