Os clientes da telefonia móvel pré-paga da Oi começaram a receber, desde o último domingo, 6, os bônus referentes ao tempo em que os serviços da operadora estiveram interrompidos por causa do incêndio na sede da empresa, no Itaigara, em dezembro do ano passado.

Quase 3,2 milhões de consumidores baianos, com este perfil, estão sendo ressarcidos com R$ 40,50 em bônus para ligações locais de Oi móvel para Oi móvel e de Oi móvel para Oi Fixo. O valor corresponde a 30 minutos de ligação (custo de R$ 1,33 por minuto).

O bônus é uma das compensações garantidas pelo termo de ajustamento de conduta (TAC) assinado no dia 31 de janeiro pela Oi, Ministério Público estadual e Procon-BA. Para saber se já foi contemplado com o benefício, o cliente deve discar, do celular, para *805.

Em nota enviada pela assessoria de comunicação, a Oi informa que todos os clientes prejudicados receberão a bonificação nos próximos dias. A operadora explicou, ainda, que “os demais clientes da Oi na telefonia fixa, internet banda larga, Oi Conta Total e Oi móvel pós-pago, ligados à central de Itaigara e que constam na relação apresentada ao Ministério Público e Procon, também serão beneficiados pelo TAC” e, por correspondência, serão informados sobre o benefício e termos acordados.

O empresário Nelson Estevez, 49, recebeu o bônus no celular, mas não ficou satisfeito. “Fiquei uns dois dias sem celular, sem telefone fixo e sem internet. Tenho uma empresa de eventos e preciso dos serviços. Se não tivesse outra linha (de celular) de outra operadora, teria perdido clientes”, explica Estevez, que pretende trocar de operadora.

O Procon-BA informa aos que ainda têm problemas com os serviços da Oi que continua disponível, no site da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) (clique aqui para acessar), o formulário para reclamações. De acordo com o coordenador técnico do Procon, Pedro Lepikson, os consumidores que discordarem do valor do ressarcimento devem recorrer ao Judiciário.
ATarde