junho 2015
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: 13/jun/2015 . 20:18

4 receitas saudáveis para festas juninas

festa de são joãoJunho chegou e traz consigo as tradicionais fogueiras e quadrilhas. A temporada também reúne uma série de tentações gastronômicas capazes de tirar qualquer um da dieta mais rigorosa. Confira então algumas dicas para aproveitar a festança sem deixar a saúde de lado.

De acordo com Flavia Morais, coordenadora de nutrição da rede Mundo Verde, a saída é consumir estas delícias de forma equilibrada, apostando em opções gostosas, porém balanceadas. “O ideal é optar por quitutes mais saudáveis e comer com moderação. É importante elaborar receitas com alternativas de baixo teor calórico, com menos gorduras e açúcares. No caso do arroz doce, por exemplo, a proposta é trocar o leite integral pelo desnatado”, indica.

Flavia também alerta para a ingestão de bebidas alcoólicas que, além de desidratar, são calóricas. “Além de beber com moderação, recomenda-se intercalar o consumo de bebidas alcoólicas com água ou suco natural de frutas, o que dilui os componentes alcoólicos e evita a desidratação”, explica.

Já o gengibre e a canela, ingredientes presentes em diversas receitas da época, estão liberados. “Eles possuem ação termogênica, que contribuem no aumento da temperatura corporal, acelerando o metabolismo e aumentando a oxidação das gorduras”, ressalta Flávia.

Confira as receitas: :: LEIA MAIS »

Dilma diz que ‘não é de ferro’ e que fica triste com críticas

 

dilmaA presidente Dilma Rousseff afirmou em entrevista exibida na madrugada deste sábado (13) no Programa do Jô que, embora necessite de um ajuste fiscal para equilibrar as contas públicas, o Brasil não está “estruturalmente doente”. Ela também disse que aprendeu a conviver com as críticas que recebe, mas se queixou da dose: “Tem horas que exageram um pouco. Pegam pesado”.

A entrevista foi concedida na tarde desta sexta, na biblioteca do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, em Brasília. Na gravação, de mais de uma hora, a presidente classificou como momentâneos os “problemas e dificuldades” do país, e apontou o ajuste fiscal como necessário para uma rápida retomada do crescimento econômico.

No início do ano, o governo enviou ao Congresso Nacional medidas provisórias e um projeto de lei para reduzir o gasto público. No mês passado, o governo anunciou um corte de quase R$ 70 bilhões no Orçamento da União que atingiu todos os ministérios.

“Mesmo fazendo o ajuste, como o Brasil não passa por uma situação em que ele é estruturalmente doente – pelo contrário –, ele está momentaneamente com problemas e dificuldades. Por isso, é importante fazer logo o ajuste para a gente sair mais rápido da situação. Acontece que nós temos de simultaneamente ao ajuste fazer investimentos em infraestrutura e manter programas sociais para não voltar para trás”, disse a presidente. :: LEIA MAIS »

Juíza defere liminar que determina remoção imediata de campanha publicitária enganosa

IMG_3013-211x300A Juíza de Direito, Julianne Nogueira Santana Rios, deferiu liminar que determina a remoção das peças publicitárias audiovisuais, em todos os meios de comunicação, publicadas desde o início do mês por empresas de concessionárias de motocicletas locais.

A ação foi proposta pela equipe jurídica da Associação dos Empreendedores dos Contratos de Compra e Venda a Prazo para Entrega Futura (ACCV), por considerar que tais propagandas foram criadas estrategicamente para gerar dúvidas nos consumidores através de falsas informações.

Diante da liminar deferida, as concessionárias de motocicletas locais têm o prazo de 48 horas para a imediata remoção das peças publicitárias. Caso descumpram a medida, as empresas sofrerão multas diárias no valor de R$ 1.000,00 (mil reais), limitada ao teto de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) por dia.

Chioro defende contribuição para complementar financiamento do SUS

962935-10062015_arthur chioro__dsc5346O ministro da Saúde, Arthur Chioro, voltou a defender hoje (12) a criação de uma contribuição para complementar o financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS). Chioro, porém, negou que a contribuição será uma nova CPMF.

“Não será uma CPMF como foi no passado. Será uma contribuição financeira com outras características”, disse o ministro, que participa do 5º Congresso Nacional do PT, em Salvador. “É preciso dar sustentabilidade ao sistema”, afirmou.

O retorno da contribuição também foi defendido pelo presidente do PT, Rui Falcão, e consta de um documento aprovado no congresso do partido, que também propõe a taxação de grandes fortunas e de lucros.

“É necessário mudar o sistema tributário nacional, que é injusto, regressivo e concentrador. Mais de 50% dos impostos da carga nacional são indiretos. É preciso reavivar a CPMF, que é um imposto limpo, não cumulativo e transparente”, disse Falcão, em entrevista ontem (11), antes da abertura do encontro do PT. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia