Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um funcionário de 32 anos morreu, na manhã desta segunda-feira (ontem), enquanto realizava a manutenção de uma máquina de tritura, em uma fábrica de plásticos no Setor Parque Oeste Industrial, em Goiânia. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma equipe foi até o local, mas o homem não resistiu aos ferimentos.

Conforme informações da Polícia Civil, a vítima estava dentro da máquina amolando as hélices do triturador de plástico quando outro funcionário, de 36 anos, passou pelo local e ligou o aparelho. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) já buscou o corpo.

Os bombeiros informaram que a maneira correta de amolar as hélices do equipamento é retirando-as da máquina e realizando a manutenção do lado de fora. A polícia não soube informar se os funcionários sempre realizavam a manutenção desta forma ou se foi a primeira vez.

Ainda conforme a polícia, o funcionário que ligou a máquina pode responder por homicídio culposo, ou seja, sem intenção de matar.

O G1 tentou contato por telefone com a empresa, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.
G1