FÓRUM JOÃO MANGABEIRAFoi publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (18) a sanção do governador Rui Costa para o reajuste dos servidores do Poder Judiciário da Bahia.

Conforme o documento, os trabalhadores terão reajuste de 6,41%, em duas parcelas, sendo a primeira no percentual de 3,5% a partir de 1º de setembro, com retroativo a março, e a segunda de 2,81% a partir de novembro.

Ainda de acordo com a publicação, os percentuais de reajuste serão aplicados sobre os valores de vencimentos, vantagens e cargos em comissão vigentes em março de 2015 e outubro de 2015, respectivamente. Ainda conforme a gestão estadual, as despesas decorrentes do reajuste serão absorvidas pelo próprio orçamento do Poder Judiciário, que pode receber verbas extras, caso seja insuficiente para cobrir as novas despesas.

O índice de reajuste foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado da Bahia no início deste mês. O aumento era um dos principais pontos de reivindicações da categoria, que esteve em greve entre o final do mês de julho e o início de setembro. O presidente do TJ-BA, Eserval Rocha, chegou a decretar o corte nos pontos dos servidores.

Segundo informações do sindicato que representa a categoria, os trabalhadores voltaram ao trabalho no dia 8 de setembro, mas mantiveram o “estado de greve” à espera de que os acordos firmados em negociação fossem cumpridos.
G1