dezembro 2015
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: 24/dez/2015 . 19:20

Abrigo de idosos convive com falta de água há quase um mês em Itabuna

águaO Abrigo São Francisco de Assis, em Itabuna, no sul da Bahia, está racionando água há cerca de um mês devido a falta de chuva na região. O local recebe 74 idosos, que estão precisando tomar banho de caneco, para evitar o desperdício. Segundo funcionários do local, a situação também está dificultando a higienização dos quartos do idosos.

Para cozinhar os alimentos, o abrigo está contando com auxílio de água mineral recebida de uma doação que inicialmente seria destinada as vítimas da barragem de Mariana, em Minas Gerais, mas como não conseguiu ser transportada até o destino original, foi encaminhada para ajudar os idosos. :: LEIA MAIS »

INSS abre concurso para 950 vagas e salário de até R$ 7 mil

INSSO esperado edital do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) saiu nesta quarta-feira, 23, oferecendo 950 vagas para níveis médio e superior. Os salários são de R$ 4.886,87 e R$ 7.496,09, respectivamente.

As vagas de nível superior são para analista do seguro social com formação em serviço social. Já os de nível médio vão trabalhar como técnico do seguro social.

Os profissionais vão trabalhar na Bahia, Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Rondônia, Roraima, Tocantins, e no Distrito Federal. :: LEIA MAIS »

Os Depressivos do Natal

 

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro

Natal Flávio Melo Ribeiro (1)O Natal movimenta toda a sociedade: o comércio aumenta, as viagens se intensificam, as confraternizações de fim de ano se misturam e principalmente as famílias se reúnem. Sem dúvida o Natal se caracteriza por comemorar o nascimento de Cristo no seio familiar e essa reunião faz pessoas viajarem centenas de quilômetros para se encontrar. Porém, nem todos os membros familiares mantêm laços fraternos entre si.

Algumas famílias transpiram alegria ao se reunirem, mas reúnem desafetos que não se falam durante o ano. Para uma minoria, mas nem por isso raro, a expectativa de voltar a falar com quem não gostam chega a gerar depressão. A estes denomino “depressivos do Natal”.

Como é sabido, a depressão tem como sua maior característica a perda do futuro e a consequente falta de vontade. Nos depressivos do Natal, o gatilho que dispara o processo é a antecipação do desagrado que sentirá ao se reunir com familiares que não gostaria nem de encontrar. Começa a imaginar as cenas que passará, chega a “escutar” os comentários que considera chatos e desagradáveis. Aqui não se enquadram as pessoas que apenas ficam chateadas de encontrar algum parente que não se dá bem, mas as que entram num processo depressivo. Às vezes, ficam tão abatidas que não conseguem ir às festas natalinas, ou, quando vão, fica nítido o estado depressivo em que se encontram. Geralmente mobilizam os parentes mais próximos que se preocupam e de alguma forma procuram atender algumas necessidades básicas. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia