zikaSubiu para 11 o número de mortes sob suspeita de microcefalia na Bahia, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) nesta quinta-feira (11). O 11º óbito foi registrado no município de Presidente Tancredo Neves, a 253 quilômetros de Salvador.

As outras dez mortes suspeitas foram nos municípios de Camaçari (1), Campo Formoso (1), Esplanada (1), Itabuna (1), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (3) e Tanhaçu (1).

O número de casos notificados da doença também aumentou de 618 para 701 (+13,4%) em uma semana. O último boletim do órgão tinha sido apresentado no dia 2 de fevereiro. Os casos registrados compreendem o período entre outubro de 2015 e 9 de fevereiro deste ano.

A Sesab explica que nos 701 casos notificados, os bebês apresentaram perímetro cefálico menor ou igual a 32 centímetros. Dos 417 municípios baianos, 115 já notificaram casos de microcefalia. Salvador tem o maior número de ocorrências (360), correspondendo a 51% do total de casos. No último levatamento, a capital tinha 324 registros.

G1