BodeEm uma partida com uma arbitragem muito confusa de Jailson Macedo de Freitas e com várias chances perdidas de gol, o Vitória da Conquista empatou com o Vitória, pelo placar de 1 a 1, na noite desta quarta (10), no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus, pela segunda rodada do Campeonato Baiano.

O Vitória abriu o placar aos onze minutos da segunda etapa, através do atacante Marinho em uma bela cobrança de falta. Aos vinte e cinco minutos Rayllan fez bela jogada, passou por dois marcadores e caiu na área. O árbitro marcou pênalti, que Tatu chutou na trave. Um minuto depois do lance Tatu se redimiu e empatou o jogo para o Bode.

Com o empate o Bode ocupa a quarta colocação na classificação geral, com dois pontos.

O Vitória da Conquista foi a campo com a seguinte formação: Carlos Roberto; Artur, Leandro Cardoso, Silvio e Thiaguinho; Edimar, Maicon Costa, Diego Aragão e Rafael Granja; Tatu (Cacá) e Kleber (Rayllan).

1.248 torcedores pagaram ingressos proporcionando uma renda de R$22.260,00.

Neste domingo (14), às 16 horas, Bode volta a jogar no estádio Mário Pessoa contra o Ceará, na estréia na Copa do Nordeste. Já pelo Baianão, o Vitória da Conquista joga no próximo dia 21, contra o Bahia de Feira, às 16 horas, no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim.

Cidade Esportes