greveOs rodoviários de uma empresa de transporte público de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, entraram em greve na sexta-feira (12) e apenas 30% da frota de ônibus está em circulação. Uma assembleia da categoria na manhã desta terça-feira (16) decide se os funcionários vão suspender totalmente as atividades.

As principais reivindicações dos trabalhadores são o pagamento de salários referente ao mês de janeiro, ticket refeição e pagamento de férias. Entre cobradores e motoristas, são 474 funcionários que atendem a 17 linhas da cidade.

Segundo informações do Sindicato dos Rodoviários, a assembleia acontece porque a empresa havia garantido o pagamento até o fim da noite de segunda-feira (15), como o pagamento não aconteceu, a greve permanece e a categoria estuda a possibilidade de retirar toda a frota de ônibus das ruas.

Álvaro Souza, presidente do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista, falou sobre a posição dos grevistas. “A empresa prometeu pagar o salário até a meia noite e, hoje, ele (salário) já estaria disponível para todos os trabalhadores. A assembleia da categoria decidirá se suspenderá de vez o transporte da empresa na cidade”, explicou.

Com apenas 27 ônibus em circulação desde sexta-feira, a população tem sofrido com atrasos e reclamando da falta de opções de transporte.