Por Ubaldino Figueiredo

O Vitória da Conquista que neste ano montou uma equipe para fazer frente às competições que conquistou vagas, por opção e mérito, vem sofrendo um desgaste que pode comprometer o planejamento da diretoria, principalmente, no que diz respeito às possibilidades de classificação para a fase seguinte do campeonato baiano, bem como uma das séries do campeonato brasileiro de 2017.

O Bode que é o quarto colocado no baianão, em seu grupo, caso não vença ou empate seus próximos compromissos, poderá não se classificar para a sequência do campeonato. Na Copa do Nordeste, com duas rodadas, tem três pontos ganhos, podendo melhorar sua classificação, em caso de triunfo contra o Flamengo do Piauí. Na Copa do Brasil, não terá um adversário que entusiasme os torcedores, o que daria a possibilidade de uma boa arrecadação, isto porque os jogos fora de seus domínios, só tem causado prejuízo.

Estima-se que com o mando de campo na cidade de Ilhéus, o clube tenha um prejuízo de aproximadamente $400.000,00 que para uma equipe de porte médio é um déficit considerável. Pelo que foi noticiado, somente no dia 13 de março é que o time alviverde jogará no Lomantão, contra o Colo-Colo de Ilhéus, na última rodada desta fase do campeonato baiano. Embora o time venha apresentando um futebol vistoso, que entusiasma seus torcedores, não é o bastante para leva-los ao estádio onde está mandando seus jogos, devido à longa distância e custos elevados.