violenciaUm idoso de 66 anos foi preso suspeito de abusar de uma menina de 10 anos, que é neta de sua companheira, em uma praia do município de Alcobaça, localizado na região sul da Bahia. De acordo com informações do delegado Marco Antônio Neves, que investiga o caso, o homem foi flagrado por uma professora da criança que teria presenciado o abuso e acionado a polícia.

Conforme o delegado, o idoso mora no distrito de São José de Alcobaça, a 30 quilômentro da sede da cidade, com a avó da garota. Ele negou que tenha abusado da criança e disse que teria ido à praia com a menina porque a garota queria tomar banho de mar.

“A professora disse que achou estranho quando viu o idoso tomando banho com a criança. Segundo ela, o homem tirou a roupa e ficou apenas de cueca. Depois, chamou a criança para perto dele e ele a puxava pela mão. Ela [a professora] chamou a polícia, e ele foi conduzido até a delegacia. A criança foi ouvida por conselheiros tutelares e afirmou que o idoso passou a mão em suas partes íntimas. Ele, no entanto, confirma que estava de cueca, mas nega o abuso e
disse que foi convidado pela criança para tomar banho”, disse o delegado, em contato com o G1.

Ainda segundo a polícia, a menina disse que o idoso também teria tentado abusar, em dezembro do ano passado, da irmã de 13 anos.

“Nos desenvolvemos a investigação e ficou confirmado que ele [o idoso] deu dinheiro à irmã da criança, a menina de 13 anos, para poder ficar com ela. Chegamos a essa informação porque a menina de 10 anos falou sobre o caso. Então, o pessoal do conselho tutelar foi até a casa da adolescente e ela confirmou o episódio. Disse que, no final do ano passao, foi em um mercado de propriedade do idoso para comprar feijão e ele teria fechado a porta com ela dentro e oferecido dinheiro para ficar com ela. A menina, no entanto, não quis e saiu do local”, disse.

O delegado informou que adolescente de 13 anos chegou a contar para a avó sobre a tentativa de abuso, mas a mulher não teria acreditado no história. “A avó das meninas tem um caso com ele e duvidou da jovem. Talvez, se tivesse acreditado, esse segundo episódio envolvendo a criança de 10 anos não tivesse ocorrido”, comentou o delegado.

A polícia agora investiga se outras crianças foram vítimas do idoso no distrito onde ele reside. “Algums telefonemas à polícia dão conta de que outras adolesentes foram vitimas dele e nós estamos tentando identificar essas supostas vítimas”, disse o delegado Marco Antônio Neves.

Segundo a polícia, o idoso vai responder pelo crime de estupro de vulnerável pelo abuso contra a criança de 10 anos na praia. Sobre o caso envolvendo a irmã da vítima, o delegado informou que um inquérito regular que investiga o caso está em andamento. O homem foi encaminhado para a sede da 8ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin/Teixeira de Freitas), onde permance preso.
G1