julho 2016
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 9/jul/2016 . 16:48

Deputados Lúcio Vieira Lima e Benito Gama reforçam apoio a Herzem e Irma Lemos

Herzem em reunião com Lúcio  Benito e IrmaNa noite desta sexta-feira (08) o ex-governador da Bahia, Nilo Coelho (PSDB) realizou uma reunião que culminou em um jantar para os pré-candidatos a prefeito e vice de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão e Irma Lemos.

Presentes no evento, os deputados federais Lúcio Vieira Lima (PMDB) e Benito Gama (PTB), destacaram a união entre Herzem e Irma, que deverão ter a chapa confirmada no próximo dia 23 de julho, na Câmara de Vereadores, quando vão realizar a convenção para homologar as candidaturas aos cargos de prefeito e vice.

O deputado Lúcio Viera Lima destacou que “essa união visa o bem de Vitória da Conquista, com dois nomes que a cidade conhece e respeita. Irma, inclusive, uma vereadora que atua no social e que, assim como Herzem, conhece as necessidades do município”.

“A união entre Irma e Herzem é pelo bem de Conquista, é por um novo modelo de gestão haja vista que o desejo são os mesmos, são desejos de ver a cidade em num novo rumo”, disse Benito Gama, que ocupa a vice-liderança do governo federal na Câmara dos Deputados.

:: LEIA MAIS »

“Enfrentar os problemas e construir uma nova cidade”, defendem PSOL e REDE em ato conjunto

Ato PSOL-REDE 08 07 16 (1)Vitória da Conquista precisa de um modelo de gestão que dê conta dos sérios problemas enfrentados no atual momento para, a partir disto continuar o seu processo de desenvolvimento e avançar em qualidade de vida, segurança, educação e vários outros aspectos que são imprescindíveis para os seus concidadãos.

Foi com base nesses princípios que, na noite desta sexta, 08, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e a REDE-Sustentabilidade oficializaram as pré-candidaturas do professor, Euvaldo Gomes Cotinguiba, e do estudante Caio Coelho à Prefeitura de Vitória da Conquista.

A defesa de uma nova política para a cidade deu o tom dos discursos. “Temos o desafio de mostrar a todos os que estão em busca de uma outra cidade, de um outro mundo possível, que não basta a renovação, é preciso inventar novas formas de organização e distribuição de poder” conclamou o pré-candidato Euvaldo Cotinguiba. “Precisamos dialogar e encontrar caminhos para uma ‘vida boa’ para aqueles que vivem as opressões deste sistema econômico e político apodrecido no qual nos encontramos”, emendou.

:: LEIA MAIS »

Faculdade de Vitória da Conquista oferece 1.700 vagas em cursos gratuitos

Buscando uma maior interação com a sociedade de Vitória da Conquista, a Faculdade Maurício de Nassau, promove, neste mês de julho, mais uma edição do projeto Capacita. O evento acontece entre os dias 18 a 29 no prédio da própria instituição.

Aberto ao público, o Capacita 2016 destaca-se pela quantidade de cursos gratuitos em diversas áreas do conhecimento, como: Pedagogia, Administração, Enfermagem e Fisioterapia.

As atividades estão previstas para acontecer sempre às 19h. O conteúdo programático do evento destacará temas importantes como a inserção no mercado de trabalho, a importância do movimento corporal humano, marketing digital, prática de leitura e interpretação textual, além de uma série de outros minicursos e palestras. Serão 30 no total, com carga horária que varia de 3 a 10 horas/aula.

:: LEIA MAIS »

Lei da Ficha Limpa e ações eleitorais foram temas de último dia de workshop no TRE-BA

A Lei da Ficha Limpa foi tema de debate no segundo dia do workshop de Direito Eleitoral realizado nesta sexta-feira (8/7) pela manhã, no auditório do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

A discussão foi conduzida pelo ex-Juiz de Direito do Maranhão, Márlon Reis, membro fundador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e um dos idealizadores e redatores da Lei da Ficha Limpa, que explicou o surgimento e objetivos da norma.

De acordo com Reis, a Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar n° 135/2010) foi fruto de uma ação popular para combater a corrupção eleitoral. Essa lei – que determina a inelegibilidade por oito anos de políticos condenados em processos criminais em segunda instância, cassados ou que tenham renunciado para evitar a cassação – alterou a Lei Complementar 64/1990, sobre casos de inelegibilidade.

Segundo a Lei da Ficha Limpa, estão incluídos na condição de inelegíveis os que forem condenados por corrupção eleitoral, compra de votos, doação, captação ou gastos ilícitos de recursos de campanha ou por conduta vedada aos agentes públicos em campanhas eleitorais que impliquem cassação do registro ou do diploma. A inelegibilidade alcança ainda os detentores de cargos públicos que beneficiarem a si ou a terceiros, pelo abuso do poder econômico ou político e os políticos que renunciarem a seus mandatos.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia