julho 2016
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 12/jul/2016 . 10:31

SEI, UESC e UESB registram aumento na cesta básica de Salvador, Ilhéus, Itabuna e Vitória da Conquista

cesta-basicaA ração essencial mínima definida pelo Decreto-lei 399, de 30 de abril de 1938, que estabelece 12 produtos alimentares (feijão, arroz, farinha de mandioca, pão, carne, leite, açúcar, banana, óleo, manteiga, tomate e café) e suas respectivas quantidades, sofreu aumento, em junho de 2016, em quatro municípios baianos.

A pesquisa foi realizada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI, responsável pela pesquisa em Salvador), pela UESC (Ilhéus e Itabuna) e UESB (Vitória da Conquista).

Em salvador, a cesta passou a custar R$ 316,19 em junho de 2016, representando um acréscimo de 2,10% quando comparado com o mês de maio de 2016. Entre os produtos que compõem a ração essencial mínima, nove registraram variações positivas: Feijão rajado (26,67%), Cruz machado (Carne bovina) (3,00%), Leite pasteurizado (3,00%), Açúcar cristal(1,97%), Pão francês (1,53%), Manteiga (1,45%), Farinha de mandioca (0,81%), Café Moído(0,70%) e Arroz (0,34%). Por sua vez, três registraram variações negativas: Banana da prata (10,51%), Tomate (3,92%) e Óleo de soja (1,78%). :: LEIA MAIS »

Operação Mato Cerrado: PF deflagra ação para apurar desvios de recursos na região Sudoeste

Mato Cerrado 1Força-tarefa formada pela Polícia Federal, Receita Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal deflagra na manhã de hoje, 12, a Operação Mato Cerrado, visando apurar desvios de recursos públicos oriundos da Prefeitura de Caatiba/BA.

Cerca de 70 Policiais Federais, 22 Servidores da Receita Federal e 11 Auditores da CGU cumprem 22 mandados de busca nos municípios de Vitória da Conquista, Caatiba, Planalto e Salvador, todos na Bahia.

Durante as investigações foram identificadas irregularidades nos procedimentos licitatórios para a contratação de cooperativas nas áreas de transporte escolar, saúde e logística, as quais teriam sido criadas apenas no papel e com características distintas das previstas na legislação relativa a esse tipo de entidade. Elementos colhidos ao longo da apuração sugerem ainda a simulação de licitações e superfaturamento de serviços. A investigação contou ainda com a participação da Polícia Civil.

Tal esquema era comandado pelo atual prefeito de Caatiba, com a participação da sua esposa – que também exerceu o cargo de Secretária de Saúde do Município -, do Secretário Municipal de Administração, do assessor jurídico da prefeitura e do contador das pessoas jurídicas contratadas. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia