sindicato-dos-bancários-252x300Na próxima sexta-feira (25), sindicatos, coletivos, movimentos sociais e ocupações realizarão um ato público na feira do Ceasa. A concentração está marcada para 9h.

As mobilizações, que devem ocorrer em várias cidades do país, protestam contra a PEC 55, reforma trabalhista, reforma da previdência, reforma do ensino médio e contra os projetos do Escola Sem Partido.

Desde setembro, os trabalhadores estão organizados em Vitória da Conquista para enfrentar os retrocessos que os projetos do governo podem ocasionar. Já foram realizadas aulas públicas e atos públicos como o do último dia 11 iniciou, que encheu as ruas da cidade.

Hoje (23), as comissões do ato estarão reunidas na Casa 2 de Julho, às 18h, para organizar a manifestação de sexta. Além da panfletagem, a manifestação contará com intervenções artísticas.

Para a diretora do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região, Sarah Sodré, este é o momento de somar forças e compreender a necessidade de unificar a luta para conseguir barrar os ataques. “A PEC 55 é extremamente nefasta a sociedade, apelidada de “PEC da maldade” prevê o congelamento dos gastos público por um período de 20 anos, afetando investimentos sociais do governo, inclusive em educação. Nessa conjuntura, os bancários já sofrem com as consequências da PEC antes mesmo dela se aprovada, com os planos de reestruturação, que prevê cortes postos de trabalho e redução de salários. Por isso nossa categoria também vai às ruas conta a ampliação da terceirização, contra a privatização dos bancos públicos e retiradas de direitos. Não seremos meros expectadores enquanto a sociedade e a nossa categoria sofre na pele as consequências desse arrocho”, aponta.
ASCOM BANCÁRIOS