julho 2018
D S T Q Q S S
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: 20/jul/2018 . 10:25

Evento no quilombo Boqueirão comemora Dia Internacional da Mulher Negra

A Coordenação de Igualdade Racial e a Coordenação de Políticas Públicas para as Mulheres realizam um grande evento no próximo sábado (21) em celebração ao Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha. O evento ocorre na comunidade do Boqueirão, das 9h às 14h.

No evento, a artista plástica Edméa de Oliveira ministra uma oficina para que a própria comunidade possa criar sacolas ecológicas e sustentáveis. Já a banda Ogum Xeroquê faz uma animada apresentação percussiva e o salão Trança de Raiz oferece penteados afros para o público do evento.

:: LEIA MAIS »

TV UESB passa a operar com sinal digital

tv_uesbA comunicação da Uesb deu um grande passo no Sistema Uesb de Rádio e Televisão Educativas (Surte).

Desde quarta-feira, 18, a TV Uesb passou a operar em SD Digital, medida que amplia a qualidade do sinal de transmissão ao mesmo tempo em que cumpre a legislação exigida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), liberando a frequência analógica para o órgão.

Durante os próximos 90 dias, a emissora entra em caráter experimental, aumentando progressivamente a potência do sinal até atingir 1.250 watts. Agora, o Surte conta também com um gerador próprio na torre de transmissão, que garante uma maior estabilidade na manutenção da TV Uesb e Uesb FM no ar. Para ter acesso à programação da TV Uesb em sinal digital, é necessário ter o conversor instalado em sua televisão e ressincronizar no canal 4.1.

“Com a digitalização da TV, o conteúdo produzido chegará a mais pessoas com maior qualidade. A Universidade, enquanto instituição pública, tem um compromisso social muito grande. É uma preocupação nossa oferecer serviços de qualidade para a população, não só em extensão, mas também no ensino e na pesquisa”, defende a professora Gleidi Magali Lemos, pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários.

:: LEIA MAIS »

Bahia: viaturas com problemas técnicos colocam vida dos Policiais Civis em risco

viatura 3O SINDPOC denuncia a situação de precariedade das viaturas utilizadas pela Polícia Civil no interior baiano. As viaturas apresentam diversos problemas técnicos que colocam, diariamente, a vida dos servidores em risco.

Neste final de semana, dois policiais civis que foram fazer diligências no município de Ilhéus, localizado a 350 km da capital baiana, com a viatura da 7 ° COORPIN, sofreram grave acidente por causa dos pneus que estouraram durante o trajeto.

:: LEIA MAIS »

Taxa de mortalidade infantil sobe 9,2% na BA

Após 25 anos de queda, a taxa de mortalidade infantil aumentou 9,2% na Bahia em 2016, comparado ao ano de 2015, segundo dados divulgados nesta semana pelo Ministério da Saúde.

Conforme o órgão, o estado teve 18 óbitos infantis a cada mil nascimentos em 2016. A taxa ficou acima da média nacional, que foi de 14 mortes por cada mil nascimentos no mesmo ano.

A partir de 1990, a Bahia, assim como o restante do país, começou a apresentar queda no número de mortes de crianças. Em 1990, o estado registrava taxa de 66 mortes por cada mil nascimentos. Em 2015, a taxa já havia baixado para 16,4.

Taxa de mortalidade infantil na Bahia para cada 1 mil nascidos vivos (1990 a 2016))

ANO TAXA

1990 66,0
1991 61,9
1992 58,0
1993 54,4
1994 51,0
1995 47,8
1996 44,8
1997 42,0
1998 39,3
1999 36,9

2000 34,6
2001 34,2
2002 31,0
2003 29,9
2004 29,0
2005 27,5
2006 26,2
2007 24,9
2008 23,6
2009 22,1
2010 21,0

2011 20,0
2012 19,1
2013 18,7
2014 18,4
2015 16,4
2016 18,0

No país inteiro, houve aumento de 4,8% em 2016 com relação a 2015, quando 13,3 mortes (a cada mil) foram registradas. O Ministério da Saúde credita a alta mortalidade ao vírus zika e às mudanças socioeconômicas. Dados recentes do órgão também mostram que a vacinação em crianças, um importante fator para a redução da mortalidade, atingiu o menor nível em 16 anos.

Na Bahia, por exemplo, 63 cidades não chegaram a vacinar, no ano de 2017, nem metade das crianças que compõem o público-alvo da imunização contra a poliomelite (paralisia infantil), que pode lavar à morte. Por conta disso, o Ministério informou que a Bahia é o estado brasileiro com maior risco de retorno da doença.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia