Durante cinco dias, a sede do programa Estação Juventude se transformou numa espécie de QG para os artistas e produtores do projeto Conquista Ruas: Festival de Artes Performativas.

Com o apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, em sua terceira edição, o projeto levou arte, em diferentes formatos, para vários espaços da cidade.

“A gente tem como proposta ocupar os espaços da rua e outros espaços públicos. O Estação é o nosso QG desde o primeiro ano do festival. É um lugar onde a gente tem liberdade, tem espaço e sempre foi muito aberto pra gente”, explica uma das produtoras, Gabriela Souza.

No sábado (4), artistas que participaram do festival se reuniram no Estação Juventude para um bate-papo. “É um encontro para compartilhar as vivências, porque quando o artista sai pra rua é muito intenso e a gente precisa trocar com as pessoas que observam. Essa troca é necessária pra gente se alimentar como artista, se fortalecer. Esses bate-papos nos fortalecem e ressaltam a importância de se fazer arte”, acrescenta Gabriela, que também é atriz.

Um dos artistas participantes foi o ator Lucas Feres, de Salvador. “Nosso evento é um festival independente, que discute a cidade, os espaços públicos e as relações específicas de cada lugar. Pra mim é uma felicidade, porque meu trabalho está nessa interseção da performance com a intervenção urbana. Nesse período, os artistas realizam ações, com espaços de discussões. Um momento muito privilegiado de encontros e de reflexões relacionadas à cidade”.

Conquista Ruas está em sua terceira edição e é uma livre iniciativa de artistas, produtores, pesquisadores, profissionais e demais interessados em cultura, arte e cidade.
Secom PMVC