IFBANa última sexta-feira (26), o ginásio do IFBA campus Vitória da Conquista sediou a 1° Competição Baiana de Veículos Autônomos em Escala (CBVAE) e a 2° Mostra e Competição de Robótica. O evento contou com a participação de equipes formadas por alunos e professores de diversas instituições, como o SESI (Serviço Social da Indústria), a Base Comunitária de Segurança de Vitória da Conquista, o Centro Juvenil de Ciência e Cultura, o Educandário Padre Gilberto, a UESB e o IFBA campus Salvador e campus Vitória da Conquista. A competição apresentou três modalidades: corrida de seguidor de linha, sumô de robô e veículos autônomos.

O professor Jose Diaz, um dos organizadores, conta que esse ano a mostra trouxe como novidade a corrida de carros autônomos em escala, que nunca foi feita na região e é a segunda a nível nacional. O professor também apresentou o seu projeto: “O projeto da plataforma Smart Camaro faz parte de um projeto em parceria da USP e o IFBA campus Vitória da Conquista. (…) A gente trabalhou com um carro de menor escala com o objetivo de desenvolver tecnologia e inteligência artificial focada em navegação, localização e detecção de objetos”, comenta.

vini

Vinícius Melo é estudante do ensino médio integrado em Automação Industrial, do campus Salvador. Ele veio competir nas modalidades seguimento de linha e sumô de robô. “Faço parte de um laboratório de pesquisa em eficiência energética e a gente também desenvolve projetos em robótica. (…) Hoje a gente trabalha basicamente com foco em eletrônica, programação em robótica.”menina

Já Silvia Nascimento, do 9º semestre de Engenharia Elétrica, trouxe seu projeto de carro autônomo com inteligência artificial. “Por enquanto a gente ainda está na fase de adaptação do veículo, porque a gente pegou um veículo pronto, desses de controle remoto comum, e tá adaptando pra que ele possa seguir uma rota contínua”, explica. Para ela, o evento torna possível a difusão da robótica. “Eu acho (a mostra) importante porque envolve a comunidade como um todo, os alunos do instituto e de fora podem conhecer o que a gente tá fazendo, o nosso grupo de pesquisa, e podem se interessar e participar junto com a gente também”.

Ascom-IFBA