novembro 2019
D S T Q Q S S
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: 12/nov/2019 . 11:48

Por mais impacto social: ONGs da Bahia já podem se inscrever no Ambev VOA

unnamedJá está valendo! ONGs de todo o País que criam oportunidades para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade já podem se candidatar ao processo seletivo do Programa VOA, da Cervejaria Ambev, para receber mentoria em gestão de recursos e processos. A iniciativa, criada em 2018 pela cervejaria, é gratuita e ajuda organizações dessa natureza a se estruturar melhor e ampliar seu impacto na sociedade.

Para escolher as ONGs que irão participar do programa, a seleção irá priorizar aquelas que contribuem para a geração de oportunidades em educação, emprego e renda, aliados a critérios como potencial de impacto social nas novas gerações, visão de futuro e comprometimento. As vagas disponibilizadas serão para participação na edição 2020.

“O VOA nasceu da nossa vontade em atuar na mudança que queremos ver no mundo. Decidimos transformar nossa indignação em ação e, de fato, contribuir para mudar a sociedade em que trabalhamos e vivemos. E a melhor forma que nós, da Ambev, podemos fazer isso é levando todo o conhecimento que temos em gestão, por meio de nossos funcionários, para contribuir com o sucesso dessas organizações. Quando essas instituições abraçam a iniciativa, tornam-se mais eficientes e todo aprendizado serve para potencializar ainda mais seu impacto na sociedade”, afirma Carlos Pignatari, gerente de Impacto Social da Cervejaria Ambev.

A mentoria oferecida para as ONGs prioriza transferência de conhecimento por meio da experiência, dos erros, dos acertos e dos resultados obtidos pelos mentores do VOA. Os mentores são profissionais e líderes da Ambev que participam de forma voluntária da iniciativa para implementação de ferramentas de gestão vistas em aula, adaptando os conteúdos à realidade de cada uma das organizações. Além disso, também estão previstos cursos nas áreas de finanças, captação de recursos, governança, recursos humanos, e comunicação e marketing, todos em sintonia com as necessidades levantadas pela Cervejaria Ambev para contribuir, de forma eficiente, com o melhor desempenho das organizações inscritas. As aulas acontecem presencialmente e também via web, sempre com auxílio de apostilas e direcionamento dos voluntários mentores.

Além disso, cada voluntário da Cervejaria Ambev apadrinhará uma ONG, ajudando na transferência de conteúdo e na implementação de um projeto prático voltado à comunidade. Ao final do curso, a organização com o projeto mais bem avaliado receberá um auxílio financeiro.

Prazo de inscrição para o programa gratuito de mentoria em gestão da cervejaria vai até 20 de dezembro. As inscrições e o acesso ao edital estão disponíveis no website www.ambev.com.br/voa :: LEIA MAIS »

Jovem que trabalhava como motorista de aplicativo e sumiu ao sair para fazer corrida e foi queimado vivo

O jovem de 24 anos que trabalhava como motorista por aplicativo na cidade de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, e desapareceu após sair para fazer uma corrida, foi queimado vivo. A vítima foi encontrada morta no início da tarde de sexta-feira (8). “Crime violento, uma perversidade total, uma frieza, brutalidade, porque os detalhes são muito ruins”, disse o delegado Fabiano Aurich.

1573385692215924Dois jovens, de 21 e 22 anos, foram presos pela suspeita de matarem Hiago Evangelista Freitas, de 24 anos, no sábado (9).

Alexandre Cruz Brito, de 21 anos e Rodrigo Porto Oliveira Silva, de 22, confessaram o crime à polícia. Ao delegado Fabiano Aurich, responsável pela investigação do crime, a dupla disse que assaltou Hiago com um revólver falso e que o crime foi premeditado. “Disseram que ambos esfaquearam o jovem Hiago e infelizmente atearam fogo nele ainda vivo”, explicou o delegado Marcos Vinicius, um dos investigadores do crime.

Segundo informações do delegado Fabiano Aurich, que também investiga o caso, os suspeitos foram encontrados com a ajuda de um cão farejador. O animal levou os investigadores da Polícia Civil a um local próximo da casa do suspeito Rodrigo Porto, onde os policiais encontraram objetos pessoais da vítima.

“Documentos pessoais, cartão de crédito da vítima, estava tudo dentro de um travesseiro, escondido dentro do travesseiro. Dentro da cozinha tinha um isqueiro amarelo, que depois a gente teve a oportunidade de voltar [a casa do suspeito] e pegar, que foi usado para acender [o fogo] e tinha vestígios de sangue da mão do homicida que esfaqueou a vítima”, disse Fabiano Aurich.

“O rolo de fita que eles usaram para adulterar a placa e o principal, achamos o celular da vítima, além da roupa que ele [Rodrigo] utilizou no crime, que estava suja de sangue”, também lembrou o delegado Marcos Vinicius.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia