janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: 8/jan/2020 . 11:56

Jovem morre após carro capotar na BR-116, em Planalto

1

Um jovem de 21 anos morreu na madrugada desta quarta-feira (8), após o carro que ele dirigia capotar na BR- 116, trecho da cidade de Planalto, no sudoeste da Bahia.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu na altura do Km-780. Ainda não há informações das causas do capotamento, mas a suspeita é de que o jovem cochilou ao volante. Ainda segundo a PRF, ele não usava cinto de segurança. :: LEIA MAIS »

Volta às aulas: saiba o que as escolas podem e não podem exigir

Procon fiscaliza venda de material escolar Na foto: Autora: Carol Garcia / AGECOM

Procon fiscaliza venda de material escolar
Na foto:
Autora: Carol Garcia / AGECOM

Com a proximidade da volta às aulas, a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA) orienta os consumidores sobre o que é permitido e proibido nos pedidos das instituições de ensino em relação ao material escolar. O objetivo do órgão é impedir abusos cometidos por escolas e instituições.

O Procon-BA orienta que os consumidores solicitem orçamentos em diferentes livrarias e estabelecimentos para fazer o comparativo de preços. O órgão destaca ainda que a relação de materiais deve ser divulgada para os pais e responsáveis, acompanhada do plano de utilização de todos os itens. Assim, é possível avaliar se há ou não produtos que possam ser considerados de uso coletivo – o que é proibido.
O órgão da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) alerta que é vedada a indicação, pelo estabelecimento de ensino, de preferência por marca ou modelo de qualquer item do material escolar.
“O Procon-BA já está atento desde o período de pré-matrícula no final do ano passado. Nesse momento, as fiscalizações enfatizam as escolas em relação às questões contratuais e da lista de material escolar, que podem ser questionadas ou levadas ao órgão para análise e solução de dúvidas. O próximo passo é sair novamente a campo para verificar lojas, papelarias e livrarias, entre outras, a depender da demanda dos consumidores”, afirma o superintendente do Procon-BA, Filipe Vieira.

:: LEIA MAIS »

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

restituicaoA Receita Federal abre hoje (8) consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física de janeiro. Ao todo, serão desembolsados R$ 725 milhões para declarações de 2008 a 2019, beneficiando 185.891 contribuintes que estavam na malha fina, mas regularizaram as pendências com o Fisco.

A lista com os nomes estará disponível a partir das 9h no site da Receita na internet. A consulta também pode ser feita pelo Receitafone, no número 146. A Receita oferece ainda aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições.

As restituições terão correção de 4,77%, para o lote de 2019, a 113,05%, para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a entrega da declaração até este mês. :: LEIA MAIS »

Pesquisadora da Uesb desenvolve plásticos biodegradáveis e antimicrobianos

pesquisa-embalagem-luana-02O Brasil ocupa a quarta posição de maior produtor de lixo plástico do mundo de acordo com os dados divulgados em 2019 pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF, sigla em inglês). Buscar alternativas para produção de material plástico biodegradável e sustentável tem sido uma das preocupações presentes nas pesquisas realizadas no Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos, no campus de Itapetinga.

Com foco nas embalagens ativas, ou seja, aquelas que interagem com o alimento, uma série de pesquisas está sendo desenvolvidas sob a coordenação da professora Cristiane Patrícia Oliveira. É o caso do experimento da mestranda Luana Dias, que está produzindo um filme, embalagem ativa antimicrobiana, ao qual foi incorporado a enzima lisozima, que é natural e possui a característica de inibir o crescimento de alguns micro-organismos.

“No filme de Luana, estamos trabalhando com dois polímeros que formam o plástico. Um é natural, que é a quitosana, o amido e a gelatina, e tem o álcool polivinílico, que não é natural, mas possui característica de biodegradabilidade. O objetivo de misturar esses compostos é ter uma embalagem ativa que tenha características de biodegradabilidade”, esclareceu a orientadora.

Para a mestranda, é um diferencial utilizar material com caráter biodegradável, já que oferece ao consumidor a certeza de que a embalagem não vai agredir o ambiente de forma a liberar compostos tóxicos e permanecer, por anos, interferindo no solo e contribuindo na devastação da natureza. Nos testes realizados para mensurar o tempo que os plásticos levam para se decompor, a discente conseguiu constatar que a deterioração do material plástico formado pela quitosana, amido e gelatina precisou de dois meses enquanto que o plástico produzido de álcool polivenilico com quitosana se decompõe em aproximadamente três meses. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia