setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: ‘Meio Ambiente’

Porto na BA causará danos ao ambiente

O Porto Sul, obra de infraestrutura logística a ser construída em Ilhéus, no litoral sul baiano, vai causar uma série de impactos ambientais e socioeconômicos, mesmo depois da mudança do projeto da Ponta do Tulha, área de proteção ambiental, para a Aritaguá.

É o que aponta o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) do projeto, apresentado ontem pelo governo da Bahia.

O documento, elaborado pelas empresas Hydros Engenharia e Planejamento e Orienta Consultoria, Engenharia e Negócios, a pedido do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba), foi concluído seis meses depois de o governo baiano promover a mudança do local do projeto, por pressão de entidades de defesa do meio ambiente.

:: LEIA MAIS »

“Brincando na Lagoa” tem início nesta manhã

Da Redação

É de uma forma divertida que os alunos da Rede Municipal de Ensino e programas sociais vão aprender, nesta sexta-feira (14) e no sábado (15) como é importante a preservação do meio ambiente.

Isso porque será realizado, na Lagoa das Bateias, a segunda edição do Brincando na Lagoa.

O evento é promovido pela Secretaria de Meio Ambiente e contará com uma caminhada ecológica, oficina de brinquedos, apresentações musicais, dentre outros.

O Brincando na Lagoa começa às 9h.

Leia também:
Segundo Brincando na Lagoa começa na sexta-feira
“1º Brincando na Lagoa” está sendo realizado em Vitória da Conquista

Segundo Brincando na Lagoa começa na sexta-feira

Da Redação

Para fechar a semana da criança, será realizada na próxima sexta-feira (14) e sábado (15), a segunda edição do Brincando na Lagoa, no Parque da Lagoa das Bateias, em Vitória da Conquista.

Irão participar alunos da Rede Municipal de Ensino e de programas sociais. O evento, que é promovido pela Secretaria de Meio Ambiente, tem o objetivo de levar lazer e conscientizar os jovens à preservar a natureza.

O Brincando vai contar com uma caminhada ecológica, oficina de brinquedos, prática de esportes e apresentações musicais.

A programação começa às 9h em ambos os dias.

Leia tanbém:
“1º Brincando na Lagoa” está sendo realizado em Vitória da Conquista

Caetité: Câmara dos Deputados debate sobre mineração de urânio

Da redação

A Câmara dos Deputados discutirá, em audiência pública, na próxima quinta-feira, a partir das 10h na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável “o relatório produzido pela Plataforma Brasileira de Direitos Humanos, Econômicos, Sociais, Culturais e Ambientais (Dhesca) sobre as violações de direitos humanos e ambientais relacionados à mineração de urânio em Caetité, na Bahia”.

Os responsáveis pelo debate foram os deputados federais Penna (PV-SP) e Ricardo Tripoli (PSDB-SP), que compõem a comissão. Segundo os parlamentares, “houve uma série de acidentes nas instalações da Unidade de Concentrado de Urânio das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) ao longo de seus 11 anos de funcionamento, alguns deles envolvendo vazamento de licor de urânio para o ambiente”.

Foram convidados para o evento o presidente das Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Alfredo Tranjan Filho; a relatora do Direito Humano ao Meio Ambiente da Plataforma Dhesca Brasil, Marijane Vieira Lisboa; a coordenadora de Comunicação da Associação Movimento Paulo Jackson – Ética, Justiça Cidadania, Zoraide Vilasboas.

Coca-Cola lança garrafa PET de resina reciclada

A Coca-Cola Brasil anunciou nesta terça-feira (6) o lançamento da garrafa “bottle to bottle”, feita com 20% de resina de PET reciclado – trata-se de uma embalagem produzida parcialmente a partir de garrafas PET pós-consumo recicladas.

A nova garrafa começará a ser comercializada em setembro, inicialmente nas embalagens de Coca-Cola de 2,5 litros, pelo fabricante Spaipa, que atua no Paraná e em parte de São Paulo.

Até o fim de 2011, a Coca-Cola diz que serão economizadas 5 mil toneladas de PET virgem.

Segundo o vice-presidente de técnica e logística da Coca-Cola, Rino Abbondi, todo o projeto demorou quatro anos, desde a aprovação do plano pelo Mercosul, passando pela regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), homologacão do projeto junto à sede da Coca-cola, em Atlanta, até a escolha do fordo fornecedor da resina.

Até 2014, a empresa prevê que todas as embalagens PET do portfolio serão fabricadas com a nova tecnologia, fazendo com que a economia chegue a 60 mil toneladas ao ano, diz a Coca-Cola, em nota.
Globo.com

PRF e IBAMA combatem crime ambiental em Encruzilhada

O Grupo Tático Operacional da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em operação conjunta com  o IBAMA, no município de Encruzilhada, sudoeste da Bahia, destruíram 76 fornos ilegais  usados para a fabricação de carvão vegetal, e 800 metros de madeira que seriam utilizadas nos fornos no final da tarde de ontem.

Na ação, foram  apreendidas,  após tentativa de fuga, uma carreta e um semi-reboque de placas: NYY 4230-BA E JUX 3367-BA, carregadas com 60 metros cúbico de madeira. Seus ocupantes de iniciais S.S.S. e M.F.A., foram  qualificados e responderão a processo por crime ambiental.

Dezessete capitais participarão da Hora do Planeta

Após a confirmação das prefeituras de Salvador e Florianópolis, o Brasil terá ao todo dezessete as capitais participando da Hora do Planeta, inclusive São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Curitiba e João Pessoa, engajadas na ação que busca chamar a atenção para questões ambientais.

Criada pela ONG WWF, a Hora do Planeta é uma ação simbólica, promovida em 134 países e 3.800 cidades, na qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos no sábado, 26, das 20h30 às 21h30.

A estimativa é de que mais de 1 bilhão de pessoas participem do evento, que ocorre desde 2007. Em homenagem às vítimas da tragédia no Japão e das enchentes do começo do ano no Brasil, neste ano o primeiro minuto, em silêncio, será em lembrança aos afetados pelas intempéries e tremores.

:: LEIA MAIS »

Vai faltar água em metade das cidades brasileiras em 2015

Mais da metade dos municípios brasileiros (55% do total) terá deficit de abastecimento de água em 2015. Levantamento feito pela ANA (Agência Nacional de Águas) mostra que são necessários investimentos de R$ 22,2 bilhões para evitar o risco de um colapso total até 2025.

Hoje, cerca de 16% das cidades do país têm algum problema de abastecimento. Para tratar também os esgotos jogados nos rios, o que impede a reutilização das águas, serão necessários cerca de R$ 70 bilhões.

Os dados fazem parte do Atlas de Abastecimento Urbano de Água, um mapeamento completo de todos os 5.565 municípios brasileiros, liderado pela agência das águas com instituições federais, estaduais e municipais.
:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia