abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

:: ‘Meio Ambiente’

MP faz acordo de R$ 1 bi com Samarco para cobrir prejuízos socioambientais em MG

rio doceO Ministério Público (MP) de Minas Gerais informou hoje (16) que fechou um acordo com a Mineradora Samarco para pagamento de caução socioambiental de R$ 1 bilhão por conta do rompimento de duas barragens de rejeitos de mineração em Mariana (MG).

No dia 5, as barragens da Samarco, empresa controlada pela Vale e pela BHP Billiton, se romperam, formando uma onda de lama que destruiu o distrito de Bento Rodrigues e chegou a outras regiões de Minas Gerais e do Espírito Santo. A lama alcançou o Rio Doce, impedindo a captação de água e prejudicando o ecossistema da região.

Até agora, sete corpos foram identificados, quatro aguardam identificação e 12 pessoas permanecem desaparecidas. Mais de 600 ficaram desabrigadas.
:: LEIA MAIS »

‘Situação dramática’, diz chefe de parque sobre incêndio na Chapada

chapada“A situação está definida como dramática”, disse, neste sábado (14), o chefe-substituto do Parque Nacional da Chapada Diamantina, na Bahia, César Gonçalves, sobre o incêndio que atinge a região. Este é o segundo grande incêndio registrado no parque em três meses – o último ocorreu em setembro e só foi controlado após uma semana. Na ocasião, pelo menos 9 mil hectares de unidade de conservação foram destruídos.

O secretário de Meio Ambiente da Bahia (Sema), Eugênio Spengler, e o comandante do Corpo de Bombeiros, Francisco Telles, embarcaram na tarde deste sábado (15), para a Chapada Diamantina, com o objetivo de acompanhar de perto a situação dos incêndios florestais.
:: LEIA MAIS »

Desmatamento na Amazônia Legal diminuiu 82% na última década

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

O desmatamento na Amazônia Legal diminuiu 15% entre agosto de 2013 e julho de 2014 em relação aos 12 meses anteriores. Os dados são do Projeto de Monitoramento da Floresta Amazônica por Satélites (Prodes), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e foram divulgados na tarde de hoje (14), em Brasília, em entrevista à imprensa dos ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, e do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

De acordo com a taxa consolidada pelo Inpe, a área desmatada no período 2013/2014, foi de 5.012 quilômetros quadrados (km²), comparados aos 5.891 km² desmatados em 2012/2013. O ministro Aldo Rebelo disse que entre 2004 e 2014, a taxa anual de desmatamento da Amazônia Legal caiu de 27.772 km² para 5.015 km², uma redução de 82%. “É uma demonstração, uma ostentação de êxito da política ambiental do país que deve ser, mais que registrada, celebrada.”
:: LEIA MAIS »

Programa Mais Árvores Bahia lança ‘Dia de Campo’ em Vitória da Conquista

Dia de Campo_cnaAcontece em Vitória da Conquista, no dia 17 de julho, o evento ‘Dia de Campo’ do Programa Mais Árvores realizado pelo Time Agro Brasil, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Esta ação tem por objetivo incentivar o produtor rural a investir no plantio e manejo de florestas comerciais para usos múltiplos (produtos madeireiros e não madeireiros), com tecnologia aplicada, nas principais regiões com aptidão florestal do país.

A metodologia consiste na implantação de uma unidade produtiva florestal, em propriedade de produtor parceiro, que será a vitrine florestal e local de realização de cinco módulos do programa:
1. Sistemas agroflorestais e solos florestais;
2. Manejo florestal para usos múltiplos;
3. Legislação florestal, CAR e oportunidades de renda nas áreas de reserva legal;
4. Linhas de crédito e certificação florestal;
5. Gestão da propriedade rural. Os módulos serão realizados mensalmente e terão a carga horária de 8 horas cada.

:: LEIA MAIS »

Corrida Ecológica Brumado – Rio de Contas será em setembro

Da Redação

corrida

A 17ª edição da Corrida Ecológica Brumado a Rio de Contas será realizada no dia 6 de setembro.

Mais de 200 atletas de todo o país devem participar da corrida. A largada será em frente ao Ginásio de Esportes de Brumado, às 8h.

A corrida incentiva a prática de esportes e a preservação do meio ambiente, já que além de troféus e medalhas, são entregues aos participantes sementes de árvores para o plantio.

As inscrições estão abertas e são feitas no site www.corridaecologica.com.br.

Crise hídrica pode trazer mudanças no cuidado com a água, dizem especialistas

dia-mundial-da-agua1A necessidade de rever os padrões de consumo da água é um alerta antigo, mas que ganhou um caráter real com a atual crise de abastecimento em alguns estados do país. Em 1993, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu o 22 de março como o Dia Mundial da Água, já se apontavam os desafios relacionados à proteção desse bem finito e essencial à vida humana. A Agência Brasil conversou com especialistas para discutir as falhas cometidas na gestão dos recursos hídricos que levaram à pior situação de escassez dos últimos 84 anos no Sudeste brasileiro. Eles falam também sobre alternativas para garantir a sustentabilidade dos recursos existentes.

A coordenadora da articulação Aliança pelas Águas, Marussia Whately, acredita que a crise pode ser um marco para construção de uma nova cultura de cuidado com a água. “A estiagem não é a razão da crise, mas acaba sendo o estopim dela. A diminuição do nível das represas trouxe à tona uma série de descuidos históricos com os recursos hídricos, que resultaram na baixa resistência das áreas que produzem água para as grandes cidades, como é o caso do Cantareira”, declarou. Como exemplo dessa ausência de proteção dos mananciais, ela cita a Represa Billings. “Não pode ser usada [como alternativa para abastecimento] porque está extremamente poluída e não houve qualquer prioridade para cuidar dela”, apontou.
:: LEIA MAIS »

PLANETA ÁGUA EM PÂNICO

JUVENTINO RIBEIRO

No passado dia 24 de fevereiro, a ONU disparou um alarme sobre a falta de água que está a ocorrer em vários países. Estudos revelaram que 48 países, com população estimada em quase 3 bilhões de habitantes, até 2025 estarão a passar por privação de água para consumo doméstico e para produção de alimentos.

Na década de 70, já se prognosticava a diminuição de água potável no mundo, quando se afirmava que, por volta do ano 2050, haveria guerras por causa de sua escassez. Tais previsões já estão a se concretizar com bastante antecedência, à vista da ocorrência de vários conflitos, confirmando essa pavorosa profecia.

Embora o Brasil seja o maior detentor de recursos hídricos, tanto em superfície quanto em aquíferos, o mau uso da água e a falta de política preventiva de escassez e de distribuição têm levado populações ao desespero. A contaminação do subsolo por agrotóxicos é agravante que carece de especial atenção dos órgãos fiscalizadores das atividades que colocam em risco essas reservas subterrâneas.

“Um aquífero é toda formação geológica subterrânea capaz de armazenar água e que possua permeabilidade suficiente para permitir que esta se movimente. São verdadeiros reservatórios subterrâneos de água, formados por rochas com características porosas e permeáveis que retém a água das chuvas infiltrada pelo solo, e a transmitem, sob a ação de um diferencial de pressão hidrostática, para que, aos poucos, abasteça rios e poços artesianos.

:: LEIA MAIS »

MPF/BA propõe ação para proteger Parque Nacional da Chapada Diamantina

CHAPADA DIAMANTINA
Reparar os danos materiais e ambientais ocasionados pela implantação e funcionamento das redes de transmissão de energia elétrica no interior e na zona de amortecimento do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD), sem prejuízo do fornecimento da energia para os municípios da região. Este é o objetivo da ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) na quinta-feira, 13 de outubro, contra a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba).

Atualmente, seis linhas de transmissão da concessionária de energia elétrica passam pelo PNCD, sendo que duas delas foram instaladas após a criação do parque, em 1985. Essas redes, no entanto, algumas com mais de 30 anos e a mais recente com oito anos, foram implantadas sem a autorização dos órgãos ambientais competentes, no caso o Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Além da falta das autorizações ambientais, as linhas vêm causando sérios problemas ao ecossistema do PNCD, entre eles, modificações paisagísticas, pressão populacional na ocupação das áreas atendidas pela energia elétrica, redução da cobertura vegetal para implantação ou manutenção de faixa de servidão e risco de acidentes com cabos energizados e de eletrocussão de animais (pelo uso de condutores desprotegidos).

:: LEIA MAIS »

Jacaré invade casa e assusta moradores de Anagé

Um jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris) invadiu o quintal de uma residência em Anagé ( a 560 km de Salvador) na noite deste domingo, 9.

Moradores acionaram uma equipe da Polícia Militar para imobilizar o animal, que pesa cerca de quarenta quilos e mede um metro e meio de comprimento.

Apesar do susto, ninguém se feriu. O réptil foi levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Vitória da Conquista (Cetas).
ATarde

Brasil é 18º na lista de Economias Verdes e fica atrás de Colômbia e Peru

A quarta edição do Índice Global de Economias Verdes, publicada na última segunda-feira (20) pela consultoria Dual Citizens, apresenta o Brasil na 18ª posição entre as 60 nações avaliadas pela performance na área de sustentabilidade, atrás da Costa Rica, do Peru e da Colômbia e à frente do Reino Unido, da Holanda e dos Estados Unidos.

O índice, publicado desde 2010, utiliza 32 indicadores para medir a performance dos países analisados. Esses indicadores são divididos em quatro dimensões: liderança e mudanças climáticas; setores eficientes; mercados e investimento; e capital natural e ambiental.

Além da performance, o relatório também apresenta o ranking de percepção sobre o tema, captado por meio de uma pesquisa feita entre julho e agosto deste ano, com especialistas e pessoas que atuam na área em todos os continentes do mundo. Nesse quesito, o Brasil aparece em 15º lugar, uma posição atrás da Costa Rica, e uma à frente da Índia.

No relatório, o Brasil é citado como um país atrativo para investimentos nas áreas de tecnologias limpas e energias renováveis. A consultoria aponta que, com a abundância em recursos naturais e o crescimento de seu poder econômico, o país poderia assumir uma liderança maior na promoção de um crescimento econômico mais sustentável, que permita o desenvolvimento futuro. “Essa liderança será fundamental para o Brasil melhorar seu desempenho no relatório, especialmente na dimensão da gestão de seu capital natural e ambiental, particularmente no que diz respeito a florestas e água”, ressalta o documento.

:: LEIA MAIS »

UFBA Conquista realiza 1º Simpósio sobre Meio Ambiente e Sustentabilidade

SIMAS - CARTAZA Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Vitória da Conquista, realiza, nesta sexta-feira (26), das 8h às 18h, no Auditório do Pavilhão de Aulas da instituição, o 1º Simpósio sobre Meio Ambiente e Sustentabilidade. O evento contará com diversas palestras e apresentação de cases sobre o tema.

Foram convidados para ministrar o Simpósio: Clóvis Piau Santos (UNEB), Fernanda de Carvalho (UFLA), Hector Hugo Silva Medrado (INB), João Paulo Silva (RECICLA CONQUISTA), José Junseira Almeida de Oliveira (MINISTÉRIO PÚBLICO/BA), Juliana Oliveira Santos (UFBA), Pedro Luis dos Santos Dias (INB), Patrícia Lopes Leal (UFBA), Ana Paula Andrade de Lima (UFBA) e Valtair Alves de Abreu Junior (UFBA).

Serão emitidos certificados de 8 horas. Mais informações podem ser encontradas no hotsite oficial do evento http://imssimas2014.wix.com/simas ou pelo e-mail ims.simas.2014@gmail.com ou ainda pelo telefone [77] 3429-2734.
ASCOM UFBA

Vem aí a II Semana de Meio Ambiente do IFBA-Conquista

ifbavcaA Coordenação do Curso de Meio Ambiente e de Engenharia Ambiental do IFBA campus Vitória da Conquista realizam entre os dias 11 e 12 de setembro a II Semana de Meio Ambiente com o tema “Para novos desafios ambientais, novos Saberes”.

O evento contará em sua programação com palestras, oficinas e minicursos que abordarão os principais problemas e alternativas existentes para enfrentar os desafios ambientais de Vitória da Conquista e região. Dentre os assuntos abordados estão uma analises da relação Sociedade x Natureza, Reciclagens, Criações de Hortas, Gestão de Projetos Ambientais, dentre outros.

A Semana é aberta a toda comunidade acadêmica. As inscrições são gratuitas e serão nos dias 01,02 e 03 de setembro na sala da COTAM/CEAMB das 08:00 às 12:00h.
ASCOM IFBA

Ibicoara tem belezas naturais singulares

Ibicoara surgiu no início do século XIX com a chegada de alguns garimpeiros à procura de ouro. O povoado de São Bento, como inicialmente era conhecido, passou a ser ponto de descanso de tropeiros e garimpeiros que viajavam para Mucugê ou Andaraí.

Ali surgiram a cultura de café (até hoje fortemente presente) e a criação de gado. O povoado passou a se chamar Igarassu e, na década de 1940 passou a distrito com o nome de Ibicoara, sendo emancipado de Mucugê em 1962. Destacam-se os festejos herdados dos antepassados (Festa de S. Bento e Reisado), a festa junina e o carnaval.

Alguns pratos típicos da cidade incluem o godó ou cortado de banana, o beiju e o cuscuz. Atualmente destacam-se as culturas de café e batata.

:: LEIA MAIS »

Rio São Francisco para quem quer aventura

Visitar a região do Vale do São Francisco tem gosto de aventura. O rio, em determinados trechos, é ladeado por canions de impressionar.

O passeio pode ser feito a bordo de um catamarã que ajudará o visitante a desbravar diversos pontos do grande bolsão de água e conhecer lugares de rara beleza.

O passeio permite, ainda, acessar, além das belezas naturais, um pouco de história e culinária da região.

O rio atravessa o estado da Bahia, fazendo sua divisa ao norte com Pernambuco, e constitui a divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas, e, por fim, deságua no Oceano Atlântico, drenando uma área de aproximadamente 641 mil quilômetros quadrados e chega a atingir 2 830 quilometro de extensão. Seu nome indígena é Opará e também é carinhosamente chamado Velho Chico. Ele abriga ainda cinco hidrelétricas.
iBahia



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia