abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

:: ‘Meio Ambiente’

Garrafa elimina impurezas e transforma Coca-Cola em água

A empresa sueca ÖKO comercializa uma garrafa que utiliza uma tecnologia desenvolvida pela NASA, capaz de eliminar mais de 99,9% das impurezas da água.

Os suecos também prometem que o recipiente pode transformar a Coca-Cola em líquido transparente, livre de corantes, aromatizantes e outras propriedades industrializadas – mas, de acordo com um teste, o filtro ainda parece preservar o açúcar.

O sistema de filtragem da garrafa especial é composto por um dispositivo cujos poros têm apenas dois mícrons de diâmetro. Invisíveis a olho nu, estes pequenos furinhos fazem com que a garrafa possa filtrar com eficiência a quantidade de água disponível em até 100 galões – assim, a alternativa pode ser utilizada nos locais que sofrem com a falta de saneamento básico, problema comum nos países em desenvolvimento.

:: LEIA MAIS »

Garrafa portátil deixa a água do mar potável

Quatro estudantes da Universidade de Yonsei, na Coreia do Sul, criou uma garrafa especial que deixa a água do mar própria para consumo.

Batizado de Puri, o recipiente concorre a um prêmio por contar com uma tecnologia que elimina o sal e outras propriedades das amostras do líquido.

Os nomes dos criadores da garrafa são bem difíceis: Younsun Kim, Kangkyung Lee, Byungsoo Kim e Minji Kim – mas o sistema desenvolvido é bem fácil de ser utilizado: de acordo com os criadores da Puri, o usuário só precisa bombear um dispositivo e direcionar a água salgada para a câmara de filtragem da garrafa, responsável pela pressurização. Por meio do processo, o líquido é dessalinizado e enviado a uma câmara interna de armazenamento de água potável.

:: LEIA MAIS »

Tomar banho pode prejudicar a saúde e o meio ambiente

Tomar banho é um dos hábitos de higiene mais imprescindíveis, e, nos dias frios, a tendência é passar bem mais tempo debaixo do chuveiro.

Com a água quente envolvendo o corpo, fica difícil lembrar que o banho pode causar sérios prejuízos para a saúde e ao meio ambiente – e não é só o gasto excessivo de água que prejudica o planeta.

Sempre utilizado na hora do banho, o sabonete poderia ser dispensado por quem toma duas ou mais chuveiradas diárias. “Se optar por vários banhos ao dia, evite o uso de saponáceos e use-os somente nas axilas e nos genitais”, alerta a dermatologista Daniela Landim.

Os sabonetes convencionais não matam as bactérias – apenas perturbam as microcolônias existentes na pele, espalhando-as para outras partes do banheiro. Já aqueles que têm ação antibacteriana nem sempre são 100% eficientes contra os germes, e ainda contêm triclosan – substância que contamina rios e lagos, responsável por causar vários problemas na saúde humana e dos animais.

:: LEIA MAIS »

Impressora japonesa não usa tinta e papel pode ser reutilizado até 1000 vezes

A empresa japonesa Sanwa Newtec desenvolveu uma impressora sustentável. O equipamento não utiliza tinta para fazer as impressões e as folhas especiais usadas pela tecnologia podem ser reaproveitadas até mil vezes, tornando o impacto do uso extremamente baixo, em relação aos modelos tradicionais.

A PrePeat, como foi chamada a impressora, oferece resultados semelhantes aos tradicionais, cuja impressão depende de cartuchos de tinta ou tambores de toner.

No lugar destes itens a máquina utiliza apenas o calor para transmitir as informações digitais para o papel. Por causa disso, as impressões são sempre em preto e branco, no entanto, variam em sua tonalidade.

Além do benefício ambiental, com a poupança de recursos naturais e materiais, a impressora também propicia mais higiene aos ambientes de trabalho, pois evita acidentes com tintas e o pó liberado pelos equipamentos que utilizam toner.

:: LEIA MAIS »

Aquecimento global pode prejudicar 10% da população mundial até 2100

Pesquisadores alemães mensuraram a quantidade de pessoas em todo o mundo que seriam afetadas pelas mudanças climáticas. Considerando um aumento de 4ºC nas temperaturas globais, comparados à média registrada entre 1980 e 2010, 10% da população mundial estaria vulnerável até 2100.

Os dados fazem parte de um estudo divulgado na última segunda-feira (1) e publicado na revista científica Pnas. Para chegar à conclusão sobre os locais mais afetados pelo aumento nos termômetros, os cientistas analisaram aspectos fundamentais como: acesso à água, ecossistemas, saúde e cultura.

Diante das informações coletadas, os pesquisadores usaram sistemas de computador para simular qual seria o cenário nas próximas décadas. O estudo mostra que com um aquecimento de 3ºC muitos efeitos colaterais já seriam sentidos.

Um dos locais mais propensos aos impactos é a região amazônica. A população sentiria mudanças no acesso à água potável, agricultura e o ecossistema correria grandes riscos. Na sequência vem o sul da Europa, América Central e África. Os problemas se repetem em todas essas localidades. Na Ásia o maior problema deve ser sentido na agricultura, seguido dos problemas no sistema hídrico.

:: LEIA MAIS »

Jovem cria lanterna que funciona a partir do calor da mão

Ann Makosinski seria uma adolescente comum se não fosse por uma coisa. Seu gosto por ciências. Aluna do ensino médio de uma escola em Victoria, no Canadá, Ann criou um protótipo de lanterna que funciona a partir de nada mais, nada menos, que o próprio calor da mão. Com certeza você já viu lanternas que usassem energia mecânica depois de apertar uma manivela diversas vezes, entretanto, neste caso não é preciso nenhuma força extra.

Segundo vídeo que postou no YouTube, a estudante participa de feiras de ciências desde a sexta série e se interessa por energias alternativas, principalmente a que é desperdiçada ao nosso redor. Foi durante uma pesquisa sobre o tema que ela descobriu então a pastilha Peltier, que produz eletricidade quando aquecida de um lado e resfriada do outro. :: LEIA MAIS »

Brasil recicla mais garrafas PET do que os EUA e a Europa

A reciclagem de embalagens de PET no Brasil deu um salto em 2012. O crescimento registrado foi de 12,6% em volume, ao passar das 294 mil toneladas que tiveram destinação adequada em 2011, para 331 mil toneladas no ano passado.

Com esse resultado, o país atingiu um índice de reciclagem de 59%, mantendo-se posicionado entre os maiores recicladores de PET do mundo – superando os Estados Unidos e até mesmo a média registrada na Europa.

Os números do 9.º Censo da Reciclagem do PET no Brasil foram divulgados nesta quarta-feira (26) pela Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet), durante o PETtalk 2013 – Conferência Internacional da Indústria do PET, realizado em São Paulo.

“Os números demonstram que existe uma demanda muito forte pelo PET reciclado, criada por um trabalho do próprio setor, que investe continuamente em inovação e novas aplicações para o material reciclado. Esse trabalho criou um ciclo virtuoso. Todo PET coletado tem destinação adequada garantida por uma indústria forte, diversificada e ávida por essa matéria-prima”, afirma Auri Marçon, presidente da Abipet.

:: LEIA MAIS »

Brasileiros criam cinema itinerante movido a energia solar

Um cinema itinerante movido a energia solar foi apresentado no último sábado (8), durante a terceira edição da Virada Sustentável, em São Paulo.

Desenvolvido por um conjunto de empresas brasileiras, o sistema de projeção foi instalado em um furgão e abastecido pelos painéis fotovoltaicos fixos na parte superior do veículo, que ficou estacionado no Parque Villa Lobos.

Batizado de CINESolar, o projeto é a primeira iniciativa que aposta em energia limpa para exibir sessões de cinema no Brasil.

Como os painéis solares produzem a eletricidade necessária para abastecer a estrutura de exibição, o furgão pode levar o cinema para localidades que não têm acesso à energia elétrica, como regiões carentes ou isoladas. Dentro do automóvel, são transportados os sistemas de projeção e som, o telão e as cadeiras utilizadas pelo público.

Além de o cinema móvel não causar danos ao meio ambiente, o projeto exibe produções culturais com temática ambiental, despertando nas pessoas o interesse por questões sustentáveis. De acordo com os realizadores do projeto, o furgão também tem por objetivo mostrar à população que a energia solar é um recurso viável, que pode ser destinado a várias áreas. “O nosso desafio é aplicar a energia solar entre as soluções de cultura, e levar esta tecnologia para o povo”, esclareceu Eduardo Rocha, um dos realizadores do CINESolar.

:: LEIA MAIS »

Queda no desmatamento faz emissões do Brasil caírem 38,4%

A presidente Dilma Rousseff aproveitou a semana do meio ambiente e o Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas para anunciar os dados sobre o desmatamento e emissões de gases de efeito estufa no Brasil.

De acordo com a autoridade, a perda da floresta amazônica teve redução significativa. Em consequência disso, as emissões resultantes do desmatamento tiveram queda de 38,4% entre 2005 e 2010.

“Nós, que definimos de forma voluntária um objetivo, no horizonte de 2020, de redução de emissão de gases de efeito estufa entre 36,1% e 39%, vamos continuar no processo para diminuir esse desafio, sabendo que ele se tornou extremamente passível de ser cumprido, mas, ao mesmo tempo, colocou para nós problemas que temos que enfrentar”, declarou Dilma.

Entre os desafios está a redução nas emissões provenientes das atividades industriais, pela queima de combustíveis fósseis e também pela agricultura. Os três setores apresentaram aumento significativo. A queima de combustíveis fósseis e a indústria do petróleo e gás natural aumentaram em 21,4% a quantidade de gases de efeito estufa liberados na atmosfera.

:: LEIA MAIS »

Embasa realiza Semana do Meio Ambiente

A partir desta segunda-feira, 03, e prosseguindo até o dia 07 de junho, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) realizará uma série de atividades em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho. Este ano, o tema da semana do meio ambiente da Embasa é “Direito de ter, dever de cuidar”. “Entendemos que a água é um direito fundamental e essencial para a manutenção da vida, mas é preciso que todos assumam sua parcela de responsabilidade na preservação da água e dos recursos naturais de forma geral. Daí a adoção do mote direito de ter, dever de cuidar”, explica o presidente da Embasa, Abelardo de Oliveira Filho.

A programação é composta pela palestra “Água: aprendendo a usar com responsabilidade para a manutenção da vida”, a ser ministrada por equipes socioambientais da Embasa. Também haverá a apresentação da peça “Meu ambiente”, que tem roteiro, elenco e direção teatral do Sesi – Serviço Social da Indústria. A montagem conta a história de um garoto que precisa entregar um trabalho escolar sobre a importância da preservação água e conta com a ajuda de seu brinquedo favorito para cumprir a tarefa. O público ainda contará com distribuição de brindes em um divertido jogo de perguntas e respostas sobre assuntos relacionados à temática do meio ambiente. A programação é destinada a estudantes do ensino fundamental, médio e profissionalizante.
:: LEIA MAIS »

Brasileiro cria dispositivo que faz qualquer bicicleta gerar energia

O inventor brasileiro José Carlos Armelin é o responsável pela criação de um dispositivo capaz de gerar energia a partir das pedaladas. O rolo de treino é instalado em qualquer bicicleta e produz eletricidade para manter diversos equipamentos em funcionamento.

“Este produto foi criado para estimular a pratica atividade física dentro de casa e ainda se entreter com a energia elétrica gerada, além é claro de fazer muito bem a saúde”, conta o inventor e professor José Carlos Armelin, mesmo criador da tecnologia sustentável usada há mais de cinco anos pela Banda CO2 Zero, que faz shows com a energia gerada através das pedaladas.

A voltagem gerada pelo sistema é de 14,5 VCC, que, ao passar por um inversor de tensão, é transformada em 115 Volts. Neste formato, a eletricidade pode energizar os eletrônicos residenciais.

O montante produzido por ser utilizado no mesmo instante ou armazenado em baterias para abastecer TVs de LED, aparelhos de som, iluminação, cubos de guitarra, amplificador de voz, games, recarregar celulares, notebooks, iPads, iPhones, Tablets e eletrônicos em geral.

:: LEIA MAIS »

Alunos preparam trabalho para conscientização sobre importância do Rio Gavião

Alunos do Colégio Luiz Eduardo em Mortugaba estão a todo vapor em um projeto que deve mobilizar a sociedade local e chamar a atenção de autoridades sobre a necessidade da recuperação e preservação do Rio Gavião em toda a sua extensão.

O rio nasce entre as cidades de Mortugaba e Jacarací no “Morro do Chapéu” que divide os dois municípios, mas é mais conhecido por abastecer barragens como a de Anagé e Caraíbas, no entanto próximo a Mortugaba e Jacarací o rio é pouco ou nada aproveitado ou recebe a atenção que deveria.

E é justamente nesse intuito que um grupo de alunos liderados pela professora Ângela David, vem desenvolvendo projetos em sala de aula e criou também uma página em uma rede social, fotos, textos e vídeos estão sendo compartilhados para mostrar a necessidade de recuperação de um rio tão importante como o gavião.

Conheça a página do projeto no facebook. Clique aqui-https://www.facebook.com/pages/Salve-o-Rio-Gavi%C3%A3o-EU-APOIO/414144152016883

Por Max Dayan Barbosa – Jornalista do www.divulgamaisfacil.com.br

Casal brasileiro dá volta ao mundo a bordo de uma Kombi sustentável

A bordo de uma Kombi, o casal de fotógrafos Inês Calixto e Franco Hoff passou dois anos viajando pelas estradas do Brasil, a fim de fotografar e compilar dados sobre ecologia e cultura.

A expedição inspirou o projeto “Vou de Kombi”, que pretende percorrer países dos cinco continentes para relatar experiências de trocas de cultura, produzindo fotografias e estudos socioambientais.

O projeto Vou de Kombi é a versão internacional da expedição “Histórias de Alice”, que, ao longo de dois anos, produziu uma série de estudos importantes em 400 cidades e realizou 50 workshops de foto. “Mais de quinhentas crianças foram beneficiadas pelas oficinas gratuitas de fotografias doadas pelo projeto”, afirma Inês. Além disso, o casal organizou pequenas exposições fotográficas nas comunidades visitadas.

A Kombi que será usada na expedição internacional servirá de moradia para o casal e foi modificada para reduzir os impactos causados pelo veículo no meio ambiente. O homemove conta com o selo “Carbon Free” para compensar as emissões de gases de efeito estufa, e o sistema de iluminação é composto por LED. A eletricidade usada pelo casal vem dos painéis solares instalados no teto do veículo.

:: LEIA MAIS »

Brasileira vence competição internacional com projeto de “casa do futuro”

A arquiteta Betina Gomes desenvolveu o projeto de uma residência que une mobilidade, sustentabilidade e tecnologia. Com ele, a gaúcha ganhou o prêmio A’Design Award & Competition na categoria Design de Arquitetura, Construção e Estrutura, na Semana de Design de Milão, na Itália.

Feita em um contêiner, com apenas 32 metros quadrados, a casa possui banheiro, quarto, sala de jantar, escritório, sala de estar, home theater e uma pista de dança. Todos os ambientes podem ser transformados acionando um comando por meio de um smartphone, tablet ou notebook.

A iluminação, toldos, persianas e os painéis deslizantes que mudam os cômodos da casa podem ser controlados através de um aplicativo no dispositivo móvel. Uma pista de dança com painéis de LED no teto, por exemplo, é capaz de ser transformada em um quarto de casal em apenas dois minutos. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia