abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

:: ‘água’

Comunicado da Embasa: Abastecimento interrompido em bairros e localidades rurais de Vitória da Conquista nesta terça (19)

embasaA Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que, para possibilitar a realização de manutenção emergencial em uma estação de bombeamento, o fornecimento de água será suspenso em toda parte alta da cidade de Vitória da Conquista e localidades rurais no entorno da Lagoa das Flores e Bate-Pé nesta terça (19). O abastecimento será retomado gradativamente após a conclusão dos trabalhos, prevista para o início da noite de hoje.

Como as estações trabalham em cadeia, quando ocorre qualquer paralisação em alguma delas, todas as estações subsequentes se desestabilizam e comprometem o funcionamento de todo o sistema de bombeamento, acarretando em interrupção na distribuição de água na parte alta da cidade.

As localidades afetadas são: Bruno Barcelar, Senhorinha Cairo, Vilas Serranas, Urbis V, Miro Cairo, Cidade Serrana, Sobradinho, Terras do Remanso, Nossa Senhora Aparecida, Nenzinha Santos, Guarani, Cruzeiro, Pedrinhas, Ibirapuera, parte do Alto Maron, Bate-pé e região, Lagoa das Flores e Distrito Industrial. :: LEIA MAIS »

Abastecimento de Água é totalmente paralisado

embasa-baA Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que o abastecimento em Vitória da Conquista encontra-se paralisado neste sábado (03), decorrente de um quebramento, ocorrido na madrugada de hoje, em uma das principais adutoras do Sistema Integrado de Abastecimento de Água do município (SIAA), que também atende à cidade de Belo Campo.

As equipes da Embasa já iniciaram os trabalhos para corrigir o problema e a previsão é que o serviço seja concluído no início da tarde, quando o abastecimento começará a ser retomado gradativamente, com previsão de plena regularização em até 24 horas. :: LEIA MAIS »

Embasa reforça importância do consumo consciente de água

16170149-660x330Com as altas temperaturas registradas em Vitória da Conquista nos últimos dias, o aumento no consumo de água vem interferindo na regularidade do abastecimento. Com a adoção da medida preventiva de racionamento em maio deste ano, a Embasa reduziu a oferta em 37,5% e dividiu o Sistema Integrado de Abastecimento em dois grandes grupos para proporcionar a distribuição de água de forma alternada por três dias.

Neste período, a Embasa tem disponibilizado diariamente 30 milhões de litros de água, o que representa uma média de 100 litros por habitante. Com a contribuição da população e o período invernoso ocorrido em julho, a redução nas barragens de Água Fria I e II se estabilizou e o volume armazenado alcançou 40% de sua capacidade ante os 34% registrados no início do racionamento.

De acordo com o gerente do Escritório Local da Embasa, André Ribeiro Castro, o volume de água ofertado é o mesmo desde o início do racionamento. “Quando as temperaturas estavam mais baixas durante o inverno, a população, naturalmente, mantinha um gasto menor de água, situação que mudou com o calor dos últimos dias. Passamos de uma média de 23.7°C, no mês de julho, para 26.3°C, em agosto, e chegamos a registrar uma média de 29º C na semana passada”, detalha. Segundo ele, é indispensável que a população continue controlando o consumo “para que não haja desabastecimento em nenhum ponto da cidade”, afirma.   :: LEIA MAIS »

Pesquisa na Bahia descobre que Aedes também se reproduz em água suja

bueiroO resultado de um estudo inédito feito na Bahia muda o que era conhecido pela população sobre os hábitos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e da chikungunya. Pesquisadores da Fiocruz percorreram bairros de Salvador e descobriram que o mosquito está ocupando os bueiros da cidade e se reproduzindo até mesmo na água suja.

“Já existiam evidências no México e na Colômbia de que os bueiros tinham um potencial papel na reprodução dos mosquitos e nossos achados suportam essas evidências anteriores. A gente começa a acumular um conjunto de resultados que vai sugerir aos programas de ministério e secretarias estaduais que outras ações precisam ser tomadas para enfrentamento dessas doenças que têm acometido nossa população”, diz o pesquisador Guilherme Ribeiro
:: LEIA MAIS »

Começa hoje o racionamento de água em Poções e Bom Jesus da Serra

Da Redação

Foto: Portal Poções

Foto: Portal Poções

A partir desta segunda-feira (01), os municípios de Poções e Bom Jesus da Serra estarão em regime de racionamento de água.

Segundo a Embasa, a medida é preventiva em razão da estiagem prolongada e atípica que vem contribuindo para a redução do volume de água da Barragem de Morrinhos, que está com 50% da capacidade.

Assim como Vitória da Conquista, á água será distribuída para os grupos A e B. Mas, em Poções e Bom Jesus da Serra, a água vai chegar nas casas a cada dois dias da semana, conforme calendário divulgado pela Embasa.

Para maiores informações, ligar para o telefone 0800 0555 195.

Embasa realiza encontros em comunidades religiosas de Vitória da Conquista

Embasa realiza encontros em comunidades religiosas de Vitória da Conquista (4)Como parte das ações de conscientização sobre uso racional da água realizadas durante o período de racionamento em Vitória da Conquista, a Embasa vem promovendo encontros com a comunidade em associações de moradores, universidades, conselhos de saúde, escolas e igrejas locai. Na semana passada, as reuniões foram realizadas na Igreja Sede do Movimento Familiar Cristão e na Igreja Batista Peniel.

Na manhã do dia 10 de julho, a assistente social da Embasa, Maísa Neves, esteve com a comunidade do bairro Primavera, na Igreja Sede do Movimento Familiar Cristão (MFC), socializando as informações sobre a situação dos mananciais que abastecem a cidade, formas de uso responsável da água e os canais de comunicação disponibilizados pela Embasa à população. Com o mesmo intuito, na noite do dia 13, a reunião foi realizada com os membros da Igreja Batista Peniel. :: LEIA MAIS »

Durante estiagem, cabeleireira relata furto de água de chuva em Itabuna

2A cabeleireira Maria Eugênia Sertório, moradora de Itabuna, sul da Bahia, teve a água da chuva que guardou em casa roubada durante a falta de abastecimento que a cidade enfrenta há dois meses. A estiagem provoca desabastecimento no município e, quando a água chega às torneiras, é salgada.

Maria Eugênia reserva a água para lavar os cabelos das clientes e conseguir trabalhar. “Quando vi a chuva, saí correndo, botei o balde na porta. Cinco minutos depois, voltei e já tinham levado minha água”, diz.

Ela conta que a reserva de água da chuva para uso no salão de beleza mantém a clientela. Para lavar o cabelo de uma cliente, ela usa um balde cheio e, se não tiver mais água da chuva, compra água. “Está dando certo, mas ainda assim, mesmo tendo água, elas trazem a água delas”, afirma. :: LEIA MAIS »

Agersa autoriza reajuste das tarifas de água e esgoto a partir de 6 de junho

embasa-300x250A Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), por meio da Resolução nº 002 de 2016, publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado (30), autoriza a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) a proceder o reajuste anual das tarifas de água e esgoto, nos municípios onde atua, em 9,95%.

O percentual será aplicado de forma linear sobre a estrutura tarifária vigente e passará a vigorar a partir do dia 6 de junho. A Embasa pleiteou uma elevação de 10,97%. A Agersa, no entanto, com base nas grandes perdas físicas e comerciais, a exemplo de acidentes que resultaram em vazamentos e ligações ilegais, expurgou 1,02%. :: LEIA MAIS »

Contaminação em córrego deixa famílias sem água em Conquista

lixoFamílias do loteamento Santa Rita, que fica em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, estão sem água em casa há mais de uma semana. Segundo os moradores, uma tubulação da rede de distribuição de água, que é da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), se rompeu e está jogando esgoto no córrego que é usado pelas famílias da região para tudo, inclusive para beber.

“Os peixes estão morrendo, as criações [animais] não querem beber água”, relata Renato Curcino, dono de um sítio por onde o corrégo passa.
:: LEIA MAIS »

Comunicado: Fornecimento de água é interrompido em bairros de Vitória da Conquista nesta quarta (06)

embasa-baA Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento do Estado da Bahia (SIHS), informa que, em decorrência de problemas na rede elétrica que alimenta os equipamentos da estação elevatória da Praça Sá Barreto, o fornecimento de água para alguns bairros de Vitória da Conquista encontra-se momentaneamente interrompido nesta quarta-feira (06).

Esta estação é responsável por bombear a água para a parte alta da cidade e para o reservatório localizado no alto do bairro Bruno Bacelar que, por sua vez, distribui a água no setor afetado da Zona Oeste da cidade. A Embasa já acionou a Coelba para realizar os reparos necessários e aguarda a finalização do serviço para colocar os equipamentos em funcionamento e retomar o abastecimento imediatamente.

As localidades afetadas são: Bruno Barcelar, Senhorinha Cairo, Vilas Serranas, Urbis V, Henriqueta Prates, Miro Cairo, Cidade Serranas, Sobradinho, Terras do Remanso, Nossa Senhora Aparecida, Laje Grande, Nenzinha Santos, Guarani, Cruzeiro, Pedrinhas, Ibirapuera, parte do Alto Maron, Bate-pé e região, Lagoa das Flores e Distrito Industrial. :: LEIA MAIS »

Irregularidades no fornecimento de energia afetam funcionamento do sistema integrado de abastecimento de Vitória da Conquista

A Embasa informa que, após a ocorrência de temporais na região da barragem de Água Fria I e na estação de tratamento de água (ETA), o fornecimento de energia registra irregularidades que estão afetando o funcionamento dos equipamenos de bombeamento de água para distribuição em Vitória da Conquista e Belo Campo. A Embasa já acionou a concessionária de energia elétrica para realizar os reparos necessários e aguarda a regularidade no fornecimento de energia para voltar a operar o sistema integralmente.

Diante desta situação, nos últimos dias, o sistema de abastecimento vem funcionando com oferta abaixo da demanda usual da cidade, o que pode provocar redução da pressão em alguns pontos da rede distribuidora e afetar o fornecimento de água.

A Embasa recomenda que a população mantenha a economia, consumindo de forma racional a água armazenada nos reservatórios domiciliares. Em caso de informações, a população pode ligar para o teleatendimento gratuito 0800 0555 195.
Ascom/Embasa

Abrigo de idosos convive com falta de água há quase um mês em Itabuna

águaO Abrigo São Francisco de Assis, em Itabuna, no sul da Bahia, está racionando água há cerca de um mês devido a falta de chuva na região. O local recebe 74 idosos, que estão precisando tomar banho de caneco, para evitar o desperdício. Segundo funcionários do local, a situação também está dificultando a higienização dos quartos do idosos.

Para cozinhar os alimentos, o abrigo está contando com auxílio de água mineral recebida de uma doação que inicialmente seria destinada as vítimas da barragem de Mariana, em Minas Gerais, mas como não conseguiu ser transportada até o destino original, foi encaminhada para ajudar os idosos. :: LEIA MAIS »

Redução da vazão do rio Pardo causa falta de água nos municípios de Itambé e Encruzilhada

ItambéOs sistemas de abastecimento dos municípios de Itambé e Encruzilhada, no sudoeste da Bahia, estão prejudicados por conta da redução da vazão do rio Pardo, causada pela estiagem na região.

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) justifica o prejuízo no abastecimento à atuação ilegal de irrigantes de propriedades rurais no trecho entre Cândido Sales e Encruzilhada.

O rio Pardo nasce em Minas Gerais e percorre cerca de 345 km na Bahia, passando por oito municípios da região sudoeste. A água que está escassa no rio também falta na torneira da população. Moradores chegam a buscar água suja, no ribeirão, para usar nas atividades diárias. :: LEIA MAIS »

Após denúncia, água contaminada por urânio é vetada em Caetité

caetiteO Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) determinaram a suspensão imediata do consumo da água dos poços da região onde foi constatada contaminação por alto teor de urânio na Bahia.

A decisão de apuração da situação foi ordenada diretamente pela ministra Izabella Teixeira, assim que ela soube da denúncia em reportagem publicada neste sábado, 22, no jornal O Estado de S. Paulo.

Além da medida tomada para assegurar a segurança da população, o Ibama informou que a estatal Indústrias Nucleares do Brasil (INB) poderá ser multada por omitir informações.

Em nota assinada pelo diretor de Licenciamento Ambiental Thomaz Miazak de Toledo, o instituto declarou que “não recebeu da INB os laudos de qualidade da água que, segundo reportagem do Estado, apontam presença de urânio em níveis superiores aos estabelecidos pela Resolução 396 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) em poço localizado na região de Caetité”. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia