setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: ‘Alterações’

Salário mínimo, tarifa branca, nova idade para sacar PIS/Pasep: veja o que muda em 2018

MudançasCom a virada do ano, novos valores do salário mínimo e de benefícios sociais entram em vigor. Passam a valer também novas regras para enquadramento no Simples Nacional – sistema que permite o recolhimento simplificado de tributos – e na modalidade de microempreendedor individual (MEI).

Outra novidade é a chamada tarifa branca, que permitirá que consumidores paguem menos se concentrarem o consumo fora do pico.

Outras mudanças já foram anunciadas e serão implementadas nos próximos dias, como a nova idade mínima para o saque de cotas do PIS/Pasep, que foi reduzida para 60 anos.

Veja as principais mudanças que entram em vigor a partir de janeiro de 2018:

Salário mínimo

O salário mínimo foi reajustado de R$ 937 para R$ 954. O valor vale a partir do dia 1º nas unidades da federação que seguem o decreto nacional. O valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 31,80, e o valor horário, a R$ 4,34.

Cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre aposentados e pensionistas, cujos benefícios são, ao menos em parte, pagos pelo governo federal.

:: LEIA MAIS »

Semob informa mudanças em horários de seis linhas de ônibus

cidade-verde-vitoria-onibus-15Seis linhas de ônibus de Vitória da Conquista passam por mudanças de horário. As alterações nas linhas R10 e D33 passarão a vigorar a partir desse sábado, 18. Já nas linhas P50, D41, R05 e D32 as modificações no horário começam no domingo, 19.

Confira os novos horários: :: LEIA MAIS »

Plano de educação é alterado e aprovado

plano de educaçãoO Plano Estadual de Educação (PEE) foi aprovado com alterações, nesta quarta-feira, 4, no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).

Apesar disso, 11 deputados minoritários votaram contra as emendas que substituíram termos como “gênero” e “diversidade sexual” por expressões genéricas, como “respeito às diversidades” e “tolerância”. Movimentos feministas, LGBTs, estudantis e de direitos humanos protestaram contra as alterações.

Evangélicos também estiveram na Casa Legislativa, posicionando-se “em defesa da família tradicional”, como faz o deputado Pastor Sargento Isidório (PDT), autor de uma emenda que, se fosse aprovada, retiraria do PEE o debate de questões como sexualidade, raça e violência contra mulheres.

A sessão, que começou com quase duas horas de atraso, por causa das duas manifestações, foi marcada por ofensas dos dois lados e divergência entre os parlamentares das bancadas evangélica e de mulheres. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia