junho 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: ‘consumo’

Embasa reforça importância do consumo consciente de água

16170149-660x330Com as altas temperaturas registradas em Vitória da Conquista nos últimos dias, o aumento no consumo de água vem interferindo na regularidade do abastecimento. Com a adoção da medida preventiva de racionamento em maio deste ano, a Embasa reduziu a oferta em 37,5% e dividiu o Sistema Integrado de Abastecimento em dois grandes grupos para proporcionar a distribuição de água de forma alternada por três dias.

Neste período, a Embasa tem disponibilizado diariamente 30 milhões de litros de água, o que representa uma média de 100 litros por habitante. Com a contribuição da população e o período invernoso ocorrido em julho, a redução nas barragens de Água Fria I e II se estabilizou e o volume armazenado alcançou 40% de sua capacidade ante os 34% registrados no início do racionamento.

De acordo com o gerente do Escritório Local da Embasa, André Ribeiro Castro, o volume de água ofertado é o mesmo desde o início do racionamento. “Quando as temperaturas estavam mais baixas durante o inverno, a população, naturalmente, mantinha um gasto menor de água, situação que mudou com o calor dos últimos dias. Passamos de uma média de 23.7°C, no mês de julho, para 26.3°C, em agosto, e chegamos a registrar uma média de 29º C na semana passada”, detalha. Segundo ele, é indispensável que a população continue controlando o consumo “para que não haja desabastecimento em nenhum ponto da cidade”, afirma.   :: LEIA MAIS »

Mãe cria linha de bonecas após filho dizer que ‘meninos não choram’

menino_bonecaEscola é um lugar ótimo para abrir a cabeça e incentivar descobertas — assim como de reforçar estereótipos. Lembro-me que, na minha época, o colégio onde estudava promovia com pompa e circunstância campeonatos de futebol e queimado para as crianças menores — meninos em um, meninas em outro. Sem mistura. Sem questionamentos.

Lá se vão 30 anos, mas na maioria das unidades de ensino a realidade ainda é bem parecida.

Quando o filho de Laurel Wider chegou da pré-escola e disse que ‘meninos não devem chorar’, ela decidiu atacar os estereótipos de gênero através de algo que as crianças adoram: brinquedos. A moradora de Northampton, em Massachusetts (EUA), criou a “Wonder Crew”, uma linha de bonecos para empoderar crianças, principalmente meninos que passam a vida toda ouvindo que bonecas são para meninas.

“Fiquei chocada porque ele foi criado em uma família que estimula a expressão de sentimentos. Mas logo percebi que as pressões sobre o que significa ser um menino, ou um homem, existe em todos os lugares. É claro que meu filho seria afetado também”, disse Laurie. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia